É bom, não foi?

"(…) As bolsas estão bipolares, sobre-reagindo à notícias pessimistas e optimistas. E, sim, podemos esperar travagem da economia europeia. Sim, o crescimento pode cair e no Orçamento do Estado para 2008 contaremos com mais investimento público para compensar menos consumo, menos receitas fiscais, corda na garganta dos aumentos salariais. Mas o que mais custa é ouvir os ministros europeus dizerem que o período do "boom" económico acabou. Você sentiu-o?"

Pedro S. Guerreiro in Jornal de Negócios.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS