Porque é que há faturas que ficam pendentes no e-fatura?

De acordo com  Respostas Oficiais sobre Perguntas Frequentes Relativas ao Novo IRS 2015, sempre que um fornecedor esteja registado junto das finanças com mais do que um código de classificação de atividades económicas (Código CAE) as Autoridade Tributária (AT) precisa de informação adicional para saber como classifica a fatura emitida. Note-se que por exemplo uma grande loja … Ler mais

Até quando devo guardar as faturas com o novo IRS?

Segundo as Respostas Oficiais sobre Perguntas Frequentes Relativas ao Novo IRS 2015, uma vez que as faturas emitidas passaram a ser obrigatoriamente comunicadas por via eletrónica à Autoridade tributária até ao 25º dia do mês seguinte ao da sua emissão, a necessidade de guardar as faturas relevantes para a declaração no IRS a realizar no ano … Ler mais

Quando é que as propinas e taxas moderadoras devem surgir no e-fatura?

Há duas hipóteses, de acordo com  Respostas Oficiais sobre Perguntas Frequentes Relativas ao Novo IRS 2015, para responder a quando é que as propinas e taxas moderadoras devem surgir no e-fatura. Num dos casos, “As faturas emitidas por entidades de saúde e de ensino são comunicadas à AT até o dia 25 do mês seguinte … Ler mais

Como registar faturas no E-fatura que não são comunicadas pelos fornecedores?

Quanto a como registar faturas no E-fatura que não são comunicadas pelos fornecedores as finanças dão as seguintes indicações nas  Respostas Oficiais sobre Perguntas Frequentes Relativas ao Novo IRS 2015, “As faturas emitidas são comunicadas pelos agentes económicos à AT até dia 25 do mês seguinte ao da sua emissão. Nestes termos, as faturas com … Ler mais

Autoridade Tributária: persistem as respostas contraditórias sobre o novo IRS

Ontem demos aqui nota de um testemunho relativo a uma situação em que o contribuinte se viu impossibilitado de classificar corretamente uma fatura já paga (veja “E-fatura: se a entidade não tiver a CAE correta registada nas finanças, o que fazer?“). Nesse artigo reproduz-se uma resposta da Autoridade Tributária datada de 10 de abril. Note-se … Ler mais

E-fatura: se a entidade não tiver a CAE correta registada nas finanças, o que fazer?

E-fatura: se a entidade não tiver a CAE correta registada nas finanças, o que fazer? ADENDA: A resposta oficial e genérica, incluida nas respostas a perguntas frequentes das finanças parece ser esta:   Se o agente económico emitir fatura com uma despesa elegível para dedução à coleta mas não tiver atividade aberta no setor correto … Ler mais

Qual o NIF a incluir em despesas com filhos (casais divorciados e outros)

As Finanças respondem da seguinte forma à pergunta “Que NIF deve constar das faturas da minha família nas diversas despesas?” Nas faturas podem constar quer o NIF do sujeito passivo (pai ou mãe), quer o NIF do membro do agregado familiar a quem as despesas dizem respeito. Na situação de divórcio com guarda conjunta dos filhos, as … Ler mais

O que preciso de fazer para assegurar que as faturas são corretamente emitidas para poder beneficiar das deduções à coleta em IRS?

Eis a resposta oficial das Finanças à pergunta “O que preciso de fazer para assegurar que as faturas são corretamente emitidas para poder beneficiar das deduções à coleta em IRS?” : “Cada consumidor deve exigir fatura em todas as aquisições de bens e serviços que efetue. Para usufruir das deduções à coleta e dos benefícios fiscais, … Ler mais