Custo da dívida pública com queda expressiva em todos os prazos

Na sequência do upgrade inesperado (ver “O Rating subiu. E agora?“) ainda que há muito justificado por parte da S&P face ao rating da República Portuguesa (ver “Standard & Poor’s: a surpresa que já chega tarde” só para assinantes), as primeiras horas de negociação nos mercados financeiros e de capitais revelam uma evolução consistente com … Ler mais

O Rating subiu. E agora?

Portugal melhora notação de risco com upgrade inesperado por parte da S&P anunciado na noite de 15 de setembro de 2017. A S&P junta-se assim à DBRS classificando Portugal como um país com notação de investimento (e não de lixo). A S&P surpreende porque passou diretamente a notação de lixo com perspetivas (outlook) negativas para … Ler mais

Regulador americano pede às agências de rating para listarem erros históricos

A propósito da peça “S&P balks at SEC proposal to reveal rating errors” da Reuters a que acedemos, relativa a uma sugestão da SEC (a instituição homóloga da CMVM nos EUA) para que as agências rating divulguem os seus erros históricas indicando o que foi feito para os evitar destacamos um parágrafo com a opinião de uma responsável americana pela … Ler mais

Da impotência da UE e os ratings: “Não queremos pena, queremos justiça.”

A ler na integral o editorial de hoje de Pedro Santos Guerreiro “You bastards” ou “You bastards (English version)“, se preferir. Um excerto: ” (…) As causas do corte do “rating” não fazem sentido: a dificuldade de reduzir o défice, a necessidade de mais dinheiro e a dificuldade de regressar aos mercados em 2013 estão … Ler mais

Senado americano afirma: “agências de rating é que causaram a crise”

Vale a pena ler esta peça da Agência Financeira sobre relatório desenvolvido ao longo de dois anos pelo Senado Norte-Americano: ” Relatório: agências de rating é que causaram a crise – “S&P e Moody’s sabiam da bolha muito antes de ela rebentar e não fizeram nada. Senado dos EUA diz que conflito de interesses trava maior … Ler mais

PREVISÕES ECONÓMICAS: Quanto é preciso errar para os deixarem de ouvir?

Quem deve criticar e denunciar os erros de previsão grosseiros? Peguemos neste excerto da Agência Financeira onde se cita Basílio Horta, presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP): “(…) «A Comissão Europeia para este ano tinha previsto um crescimento do produto de 0,3% e um crescimento das exportações de 3%», … Ler mais

As agências de rating têm alguma utilidade?

O que é um rating? Quem o atribui? Com que método? O que é um Outlook? Quem paga às agências de rating?  E o que é um CDS “nu”?   A pergunta do título e as do primeiro parágrafo são apenas algumas das que Eduardo Ferreira, autor de “Rating: 50 Perguntas e Respostas“, livro recentemente publicado … Ler mais