Juro dos certificados de aforro aumenta para 1,432% em setembro de 2022

Em vez dos 1,103% fixados para os novos certificados de aforro constituídos em agosto de 2022, durante setembro de 2022, quem subscrever novos certificados de aforro, descobrirá que estes serão remunerados a uma taxa anual nominal bruta (TANB) de 1,432%.
Este é um dos maiores aumentos mensais em muitos anos e surge em linha com a subida da euribor a 3 meses que tem aumentado rapidamente e que é o indexante usado para determinar a taxa de juro deste produto de aforro do Estado.

E o ritmo de aumento ameaça continuar firme nos próximos meses, aproximando-se a passos largos de um ponto percentual o que levará a remuneração dos certificados de aforro para cima dos 2%, em breve.
Recorde-se que além da euribor a 3 meses, o juro dos certificados de aforro é adicionado de um prémio de um ponto percentual. Prémio esse que sobe para 1,5 pontos percentuais do segundo ao quinto ano de antiguidade e para 2 pontos percentuais do 6º a o 10º e último ano de antiguidade.

Assim, um mês de pois da euribor a três meses ter voltado a registar valores positivos, esta aproximou-se rapidamente do meio ponto percentual.

Com os bancos ainda longe de terem incentivos para remunerar os seus depósitos a prazo com taxas positivas ou minimamente atraentes e com a inflação a bater recordes de décadas, os Certificados de Aforro são das melhores opções disponíveis no mercado de baixo risco para mitigar alguma da perda de poder de compra provocada pela inflação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *