Crédito habitação à distância já é uma realidade

Para quem procura casa, especialmente no ano em que vivemos, tudo pode ser feito à distância. Desde a pesquisa à visita, até ao crédito habitação, tudo se tornou mais simples e cómodo. Em plena pandemia, evitar deslocações desnecessárias é imperativo, seja a visitar casas que não têm assim tanto potencial, ou em filas para o banco. Deixe as práticas antigas e saiba como pode tratar do seu crédito habitação sem ter de sair de casa.

 

Simulações: onde começa o seu crédito habitação à distância

Longe vão os tempos em que tinha de andar de banco em banco à procura da melhor proposta para si. Hoje todo este processo pode ser feito online. Basta fazer várias simulações de crédito habitação e solicitar o contacto para que um especialista em crédito habitação entre em contacto consigo para o ajudar a encontrar a melhor solução para si.

Com várias simulações do seu lado, se utilizou os mesmos pressupostos (valor de crédito solicitado, prazo, tipo de taxa, por exemplo) em todas elas, pode olhar para alguns indicadores que lhe permitem comparar as propostas e escolher a que mais lhe interessa. Tenha em mente que o spread é apenas um dos custos do crédito habitação, e que a proposta com menor spread não é necessariamente a que tem menores custos, pelo que deverá ter em conta o MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor) e a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global) para ter uma visão mais global de quanto lhe irá custar cada uma das propostas.

 

Não necessita de abrir mais uma conta bancária

Existem várias instituições bancárias que vão exigir a abertura de uma nova conta, a domiciliação do ordenado, entre outras condições, o que muitas vezes implica a deslocação a uma agência bancária. Mas a abertura de conta na entidade que lhe concede o crédito habitação não tem de ser uma condição. A UCI, por exemplo, foca a sua atividade no crédito habitação, o que permite aos clientes manterem as suas contas nos seus bancos sem terem de lidar com mais papelada e burocracia, dedicando o seu tempo ao que realmente importa: a aprovação do crédito habitação

 

Como comunicar durante o processo do crédito habitação?

Chamadas, mensagens, e-mails, videochamadas, tudo o que já faz parte do seu dia-a-dia é também a base para fazer o crédito habitação à distância. Todos os contactos com o especialista em crédito habitação que está a gerir o seu processo, podem ser feitos por essas vias, para sua segurança e comodidade, porque o crédito habitação à distância é também uma forma de otimizar o tempo no seu dia. À distância de uns cliques e não de uns quilómetros.

Mas, e como resolver a questão da documentação? Alguns dos documentos já existem em formato digital, como os recibos de vencimento, os extratos bancários ou a declaração de IRS. Para os documentos que só existam em formato físico é possível, em alguns casos, fotografar com telemóvel ou recorrer por exemplo ao envio da documentação por estafeta.

 

Comece pelo crédito habitação

Mesmo que atualmente não possa fazer visitas a imóveis e não queira avançar com a compra sem ver a casa ao vivo, pode optar por fazer uma pré-aprovação do crédito habitação, o que lhe permitirá saber, dado o seu perfil, que valor de crédito habitação vai conseguir aprovar numa entidade. Essa pré-aprovação pode ser totalmente feita à distância e permite-lhe, por um lado, perceber qual o intervalo de preços em que tem de comprar a sua casa, por outro, estará a adiantar trabalho, tornando o processo de aprovação final mais célere, desde que sejam respeitados os pressupostos considerados na pré-aprovação do crédito habitação.

 

Crédito habitação em tempos de mudança

A pandemia transformou muitos mercados e o setor bancário não foi exceção. E uma das principais mudanças foi a aceleração da digitalização de muitos processos. É verdade que antes da pandemia já se falava em crédito habitação à distância, mas foi sem dúvida a necessidade de ter de gerir esse processo sem sair de casa que permitiu torná-lo em realidade. Tratar do crédito habitação é por isso atualmente mais rápido, mais cómodo e, com todas as deslocações que se poupa, muito mais amigo do ambiente.

Tagged under:

Deixar uma resposta