Simulador oficial para calcular quanto se recebe em Lay Off

A Segurança Social divulgou no seu sítio na internet um Simulador oficial para calcular quanto se recebe em Lay Off.

Com exceção dos trabalhadores que tenham por remuneração base o salário mínimo nacional, os restantes que venham a ser incluídos no regime de lay off simplificado irão sofrer uma redução da retribuição, o objetivo é, contudo, procurar salvar postos de trabalho ajudando as empresas a fazer a ponto durante o que se espera seja o impacto económico (pelo menos mais direto) da crise provocada pelo surto de COVID-19.

 

Quem paga, quanto e quando?

O Lay Off simplificado está a ser atribuído automaticamente logo que as empresas o solicitem, sendo sujeito a fiscalização à posteri. As empresas deverão adiantar a totalidade do salário sendo que o Estado entregará, via Segurança Social, a sua comparticipação todos os meses no dia 28.

Esta medida prevê um esforço tripartido para ajudar empresas que forma forçadas a encerrar ou que tiveram cortes significativos na sua atividade. Este esforço tripartido passa por o Estado garantir 70% da remuneração de um máximo de €1905 (o equivalente a três salários mínimos), empregador pagar os restantes 30%.

Note-se que o valor da remuneração ilíquida será de apenas 2/3 do normal, pelo que o trabalhador também assume a perda de pelo menos um terço da remuneração. O valor perdido pelo trabalhador poderá ser superior a 1/3 sempre que a sua remuneração ilíquida superar o máximo de €1905. Isso acontecerá para todos os trabalhadores que recebam habitualmente mais do que 2.857,50 ilíquidos.

 

Simulador oficial para calcular quanto se recebe em Lay Off

Note-se que o trabalhador pagará Taxa Social Única como habitualmente (11%) e será sujeito a retenção de IRS, naturalmente, ajustado ao rendimento do mês. Haverá lugar a acerto aquando da declaração anual de IRS a entregar em 2021.

Para utilizar o simulador oficial para calcular quanto se recebe em Lay Off basta aceder a esta página da Segurança Social e introduzir o salário base ilíquido. O simulador devolve o valor ilíquido que o trabalhador irá receber, a contribuição a cargo do Estado e a parte da remuneração a cargo do empregador.

Clique para aceder ao simulador.

Como dissemos haverá lugar a pagamento de TSU pelo trabalhador (11%) mas não pelo empregador.

 

E se o Lay Off for parcial?

Se o Lay Off for parcial há também um simulador preparado pela Segurança Social. Nesse caso, além da remuneração base ilíquida deverá incluir também a indicação da percentação de trabalho parcial. Pode encontrar esse outro simulador oficial aqui.

Para saber qual o IRS a reter consulte as tabelas de IRS 2020.

Tagged under:

8 Comentários

  • Njdsousa Responder

    Por favor não enganem as pessoas com simuladores que nada têm a ver com a realidade.
    Então e os 11% de Segurança Social? E a retenção na fonte? É que nenhum trabalhador que vá fazer a simulação vai perceber que terão de ser aplicado descontos nessa simulação (e não página da SS não estão essas chamadas de atenção como estão aqui… será para enganar as pessoas?)

    • Rui Cerdeira Branco Responder

      Os descontos a fazer são expressamente referidos no nosso artigo, mais do que uma vez e com indicação para as tabelas de IRS para cada um apurr em que escalão ficará posicionado.

      • Quinhau soque Responder

        Olà boa tarde ,o meu marido quero preencher mas ele não emtide preencher alguim pode mi ajudar como preencher

  • Ricardo Ramos Responder

    Trabalhadores com variáveis como se calcula o rendimento visto que os variáveis nem sempre são iguais ?

    • Rui Cerdeira Branco Responder

      Creio que para este apoio só conta o salário base ilíquido, sem variáveis.

  • ManuelT Responder

    Como será a retenção na fonte do IRS quando o lay off se iniciar a meio do mês, por exemplo a 13.04? Aplica-se proporcionalmente a tabela de retenção sobre o rendimento bruto antes do lay off (até 13.04) e a tabela RMMG a partir do dia 13.04 (após entrada em lay off)? Antecipadamente grato pelo esclarecimento.

    • ruimcb Responder

      O ideal seria considerarem a remuneração mensal total e depois consultarem a tabela de retenção e aplicarem a taxa adequada. Faz pouco sentido haver duas taxas diferentes num mesmo mês.

  • Pingback:Perguntas e Respostas Sobre o Cálculo do Pagamento do Lay Off - Economia e Finanças

Deixar uma resposta