O Economia e Finanças nasceu a 30 de setembro de 2006

O Economia e Finanças nasceu a 30 de setembro de 2006 completando hoje uma dúzia de anos.

Ao longo deste já extenso período muito foi mudando, desde a forma de escrever até aos temas que fomos tratando. A equipa nunca foi grande, durante largos períodos resumiu-se ao mínimo possível mas a verdade é que sempre nos mantivemos presentes. Há quase sempre algo de interessante para partilhar da experiência do dia a dia que pode interessar a quem nos lê ou a nós próprios, passado um tempo.

O foco na utilidade económica e financeira do dia a dia tem sido o fio condutor, assim como o gosto por acompanhar a política económica e os números sobre o país. Mas mesmo assim muito mudou em doze anos. Desde logo a aparênca externa bem como a tecnologia que suporta o blogue. Tudo isso foi também evoluindo.

No início do 13º ano de vida apresenta-se uma nova mudança sempre correndo algum risco, sempre tentando melhorar a qualidade do que se oferece e, também, procurando manter o motor e seus acessórios alinhados com o momento.

Este blogue nasceu de um desafio de constituição de uma rede de blogues com conteúdos de qualidade e interesse, quase sempre produzidos por amadores que dedicavam aos blogues algum do seu tempo de lazer, entre o pretexto de enriquecimento pessoal, o gosto genuíno de partilhar o que se julga saber e a tentativa de gerar algum retorno complementar à “vida real” que muitos tinham e continuam a ter.

Essa ideia original acabou por ter o seu tempo e o Economia e Finanças foi dos que ficou e persistiu e por aqui anda nas ondas de novos desafios, eventuais novas parcerias ou navegando a solo, conforme o que for fazendo mais sentido.

Entretanto, o nicho de “Economia e Finanças Pessoais” passou a mainstream, vieram épocas de crise e de recuperação, momentos de euforia e de desilusão. Inúmeras alterações fiscais e novidades legislativas e organizativas com impacto na vida do dia a dia de cada um. Os motorres de busca fizeram e desfizeram audiências e voltaram a fazer e desfazer. No final, sobre uma regra quase infalível: ganha quem tiver melhor conteúdo. Ganha leitores, ganha credibilidade, ganha resiliência, ganha fidelidade, ganha paz de espírito e satisfação pessoal.

E é por esta fórmula vencedora que tentaremos que o Economia e Finanças continue.

Gratos pela experiência. Com vontade de continuar. Parabéns a você que nos lê e que, mais agora do que no início, é um excelente tónico para continuarmos animados. Vá dando notícias.

Um especial voto de feliz ano novo a quem faz anos a 30 de setembro.

Bem hajam todos e até já.

Tagged under:

2 Comments

  • Inga KilikevicieneResponder

    Os mais cordiais parabéns e os melhores votos de sempre!!!

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Obrigado.

Deixar uma resposta