Mais de 50.000 contas de serviços mínimos bancários

Supervisão Comportamental 2018

Até ao final do primeiro semestre de 2018 havia em Portugal mais de 50.000 contas de serviços mínimos bancários, 50.610 para ser mais rigoroso.

Esta é uma de muitas peças de informação divulgadas pelo Banco de Portugal em mais um relatório semestral sobre a Supervisão Comportamental (agora designado de Sinopse de Atividades de Supervisão Comportamental).

Este relatório permite ter uma ideia mais clara sobre o relacionamento, banco a banco com a respetiva comunidade de clientes, sobre vários produtos. Permite saber quais os bancos com mais reclamações e quais as áreas mais reclamadas. Oferece rácios que possibilitam relativizar as questões em termos de dimensão do banco, oferecendo, assim, comparações mais justas.

Uma leitura que recomendamos vivamente a todos os clientes bancários.

Sabia que, por exemplo, o crédito ao consumo e o crédito à habitação estão a ganhar peso no total de reclamações face ao que sucedia em 2017? Há mais venda destes produtos mas há também mais queixas face ao total de queixas dos clientes bancários.

Supervisão Comportamental 2018

Os bancos que surgem com os piores resultados por tipo de operação/negócio são os seguintes ( Reclamações  por 1000 contratos no 1º semestre de 2018):

  • Contas depósito –  BANCO CTT, S.A. 
  • Crédito aos consumidores – CAIXA LEASING E FACTORING – INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. 
  • Crédito hipotecário – BANCO CTT, S.A. 

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.