Juro pedido às empresas em novos empréstimos em queda – maio 2017

Entre abril e maio de 2017, a taxa de juro média de novos empréstimos com maturidade original até 1 ano oferecida pelos bancos a operar em Portugal às empresas nacionais caiu 0,27 pontos percentuais (p.p.) fixando-se nos 2,73%. Esta queda foi superior à registada em Espanha (0,10 p.p.) ou na Alemanha (0,11 p.p.) no mesmo período. Assim, pode-se afirmar que o juro pedido às empresas em novos empréstimos está em queda e que o prémio adicional pago pelas empresas portuguesas é agora menor, contudo, convém ter presente que as taxas de juro efetivamente oferecidas no nosso maior parceiro comercial (Espanha) e na maior economia europeia (a Alemanha) são ainda muito inferiores às praticada em Portugal. para o mesmo tipo de crédito, em maio de 2017, enquanto as empresas portuguesas pagavam em média 2,73%, as espanholas pagavam 2,06% e as alemã menos de metade das portuguesas: 1,24%.

Note-se que este comportamento se generalizou a todos os novos empréstimos já que, a taxa de juro de novos empréstimos às empresas nacionais (independentemente da maturidade) também caiu na mesma magnitude (0,28 p.p.) para 2,69%, entre abril e maio de 2017.

Por montante do empréstimo, é de sublinhar que foi entre os crédito superiores a um milhão de euros que se registou a maior contração dos juros cobrados, superior à média global, já que a taxa média caiu 0,50 p.p. para os 2,07%.

Esta informação foi divulgada pelo BCE e analisada pelo Gabinete de Estudo Económicos (GEE) do Ministério da Economia que compilou ainda vários gráficos, dos quais destacamos o seguinte, que permite acompanhar a evolução para a taxa de juro média de novos empréstimos com maturidade original até 1 ano, ao longo do tempo e para vários países.

Juro pedido às empresas em novos empréstimos em queda - maio 2017
Juro pedido às empresas em novos empréstimos em queda – maio 2017
Fonte: GEE

Os interessados em receber este informação regularmente podem inscrever-se na newsletter – boletim informativo do GEE. No Economia e Finanças iremos continuar a seleccionar, pontualmente, algumas das informações que consideramos mais significativas.

3 comentários sobre “Juro pedido às empresas em novos empréstimos em queda – maio 2017

  1. Embora já tenho subscrito o recebimento dos mesmos regularmente ficou bloqueado devido a uma má operação informática.
    Gostaria de passar a recebê-los novamente porque quando me cadastro recebo a informação de que o meu endereço já se encontra na vossa base de dados.
    Cumprimentos.
    Augusto Alves

  2. Olá Augusto,
    Eliminámos manualmente o seu mail da base de dados pelo que deverá poder voltar a tentar o registo. Se não conseguir ou se continuar a não receber diga-nos que incluiremos o seu email num envio manual (não automático).
    Obrigado.

Deixar uma resposta