Banco de Portugal abre novo concurso – supervisão comportamental

É o terceiro concurso  que o Banco de Portugal abre em setembro de 2016, desta feita para reforçar a área de supervisão comportamental. Mais uma vez dominam os currículos com competências em economia, gestão, finanças ou áreas similares.

Os interessados têm até ao dia 22 de setembro para apresentar a respetiva candidatura.

 

Banco de Portugal Concurso Supervisão Comportamental

Eis alguns dos detalhes deste concurso conforme consultados na página de recrutamento do Banco de Portugal a 9 de setembro de 2016:

O Banco de Portugal admite técnico(a) superior para o desempenho de funções na Área de Inspeção Comportamental, no Departamento de Supervisão Comportamental.
Principais responsabilidades inerentes à função:
• Avaliar o cumprimento do quadro normativo em vigor e a conduta das instituições de crédito e instituições de pagamento na comercialização dos produtos e serviços bancários, através da realização de inspeções “cliente mistério” e de ações credenciadas;
• Propor as medidas adequadas nos casos em que sejam detetados indícios de violação de normas aplicáveis;
• Participar em grupos de trabalho no âmbito de iniciativas regulamentares, formação financeira ou outras.
 
PERFIL REQUERIDO
• Licenciatura pré-Bolonha, ou Licenciatura pós-Bolonha com parte escolar de Mestrado concluída, nas áreas de Economia, Gestão, Finanças ou áreas de conhecimento conexas, com classificação final igual ou superior a 14 valores;
• Pós-Graduação ou Mestrado nas áreas de Economia, Gestão, Finanças ou áreas de conhecimento conexas (condição preferencial);
• Experiência profissional mínima de 2 anos no exercício de funções de análise financeira, de análise e controlo de riscos, de planeamento e controlo de gestão, de auditoria interna ou externa ou de serviços de consultoria relacionados com o setor financeiro (condição preferencial);
• Conhecimento aprofundado do sistema bancário português, dos produtos e serviços bancários, e do enquadramento normativo aplicável às instituições de crédito, nomeadamente ao nível da supervisão comportamental (condição preferencial);
• Capacidade de análise e tratamento de volumes elevados de informação de forma quantitativa e qualitativa;
• Conhecimentos de informática na ótica do utilizador, valorizando-se a experiência em Excel Avançado, SAS, SQL e outros sistemas de exploração de informação;
• Domínio da língua inglesa (oral e escrito);
• Elevado grau de iniciativa e de autonomia, espírito crítico e sentido de responsabilidade;
• Capacidade de planeamento e organização, trabalho em equipa, relacionamento interpessoal e comunicação.

 

Como concorrer:

Os interessados deverão  apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 22 de setembro de 2016 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica. Mais detalhes na área de recrutamento do Banco de Portugal.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.