Turísmo regista forte crescimento de dormidas e proveitos em abril de 2014

As estatísticas do turismo em Portugal assinalam um forte crescimento da atividade face a igual período do ano anterior, quer em termos de dormidas, quer em termos de proveitos. O INE assinala vários fatores que justificam esta evolução, alguns deles referem-se a efeitos de calendário (desfasamento da Páscoa entre 2013 e 2014) outros a alterações da oferta em termos estruturais (novas rotas aéreas) e conjunturais (eventos, alteração da programação de férias dos residentes, alteração da época turistica por parte de alguns operadores, etc).

Eis a síntese do INE e o resumo que é destacado:

“Em abril de 2014, os estabelecimentos hoteleiros registaram 3,9 milhões de dormidas, correspondendo a um aumento de 25,4% , em contraste com o resultado registado em março (-0,8%).
Salienta-se o aumento de 36,9% nas dormidas de residentes, enquanto o crescimento das dormidas de não residentes ascendeu a 21,3%. Dos principais mercados emissores destacaram-se os contributos de Espanha, Brasil e Irlanda.
Os proveitos aumentaram também expressivamente (+20,2% para os proveitos totais e +20,4% para os de aposento), enquanto em março de 2014 estes indicadores tinham evidenciado aumentos de 2,9% e 3,1%.
Estes resultados foram influenciados por diversos fatores nomeadamente o calendário da Páscoa, que este ano se celebrou em abril (em 2013 ocorreu em março). Adicionalmente a proximidade entre a Páscoa e o feriado de 25 de abril favoreceu o gozo de férias de residentes. Também merecem referência o início de novas rotas aéreas e a realização de vários eventos e programas turísticos específicos. Salienta-se ainda de uma forma mais genérica, a expansão da procura que foi acomodada pelo crescimento da oferta hoteleira, nomeadamente através da abertura antecipada em relação à época do ano de muitos estabelecimentos e da utilização mais intensiva em particular de novos estabelecimentos.”

Tagged under:

Deixar uma resposta