Quem são os portugueses que estão a sair do desemprego?

Quem são os portugueses que estão a sair do desemprego? Antes demais convém sublinhar que sair do desemprego não significa entrar no emprego, como já aqui referimos dos 131 mil desempregados que desapareceram, só 95,7 mil encontraram emprego em Portugal. Há cerca de 35 mil que ou saíram do país ou abandonaram as esperanças de encontrar emprego ou morreram. Sobre quem está a encontrar emprego recomendamos que leia: Quem conseguiu encontrar emprego face ao período homólogo?.

Mas vejamos o que diz o INE sobre aqueles 131 mil que deixaram de estar desempregados face aos número de há um ano, quem são?

  • homens (20,6%; 85,6 mil);
  • pessoas dos 25 aos 34 anos (23,1%; 47,7 mil);
  • pessoas com um nível de escolaridade completo correspondente ao ensino básico (17,5%; 83,1 mil);
  • à procura de novo emprego (16,8%; 120,4 mil), provenientes do setor da indústria, construção, energia e água (25,1%; 63,1 mil);
  • à procura de emprego há 12 e mais meses (12,9%; 68,1 mil).

Destacamos por exemplo que enquanto que nos novos empregados se destacam os licenciados e quem tem formação secundário e pós-secundário, nos que abandonam o desemprego destacam-se os que têm o ensino básico o que faz supor que estes últimos poderão não estar a conseguir empregos em Portugal no proporção em que estão a sair do desemprego.
Vejamos agora o que diz o INE sobre o total de 688,9 desempregados que residem em Portugal no 3º trimestre de 2014, quem são?

  • Por sexo: 47,9% de homens e 52,1% de mulheres.
  • Por grupo etário: 18,8% de jovens (15 a 24 anos), 23,1% dos 25 aos 34 anos, 23,4% dos 35 aos 44 anos, 34,8% com 45 e mais anos.
  • Por nível de escolaridade: 56,7% de pessoas que completaram, no máximo, o 3º ciclo do ensino básico, 26,6% o ensino secundário e pós-secundário e 16,7% o ensino superior.
  • Por setor de atividade: 13,5% de pessoas desempregadas à procura de primeiro emprego e 86,5% à procura de novo emprego (destas, 2,2% provenientes do setor da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca, 31,6% do setor da indústria, construção, energia e água e 61,7% dos serviços).
  • Por duração da procura de emprego: 33,1% de desempregados à procura de emprego há menos de 12 meses e 66,9% à procura de emprego há 12 e mais meses (longa duração).

Tagged under:

2 Comentários

Deixar uma resposta