Não haverá novos cortes na função pública até às eleições europeias

Segundo se lê na imprensa de hoje, é garantido que os cortes adicionais previstos no Função Pública para o corrente ano só deverão ocorrer em junho e dezembro de 2014.

Estão projetadas para 2014 várias iniciativas com impacto orçamental como sejam, entre outros:

  • Transformar em definitivos os cortes nas pensões da CGA e novos cortes em outras reformas como as de viuvez (a implementar em junho);
  • Eliminar total ou parcialmente os suplementos remuneratórios existentes na Função Pública, criando uma tabela única (em junho);
  • Tornar permanentes os cortes salariais na Função Pública por via de uma revisão em baixa da tabela salarial (em dezembro);
  • Espera-se tmbém um novo programa de rescisões na Funçaõ Pública visando quadros não superiores.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.