Em 2012 apenas as empresas exportadoras evitaram contração – Empresas em Portugal

O INE publica hoje a edição anual das “Empresas em Portugal” com dados muito detalhados a nível setorial do que se passou nas empresas portuguesas em 2012. Nesta edição, o INE reconfigurou a estrutura e os conteúdos, alterando também a parte gráfica. A publicação na sua versão digital passou a ser interativa contendo ligações para indicadores do Portal do INE. Adicionalmente, destaca-se que o INE disponibiliza séries temporais entre 2004 e 2012 alargando assim a dimensão temporal até aqui disponibilizada (em vários ficheiros .xls).

Na síntese de apresentação à publicação o INE destaca os seguintes aspetos:

Em 2012 existiam em Portugal 1 086 452 empresas, menos 4,4% que no ano anterior. A taxa de sobrevivência das empresas nascidas um ano antes diminuiu tanto no caso das empresas sob a forma jurídica de sociedade, em que a taxa se fixou em 90,6%, menos 1,1 pontos percentuais que em 2011, como no caso das empresas individuais (de 65,0 % em 2011 para 64,0% em 2012).
O VABpm gerado pelas empresas do setor não financeiro em 2012 atingiu 76 mil milhões de euros, evidenciando um decréscimo de 8% face a 2011. A contração do VAB nas sociedades foi pouco menos acentuada (-7,3%). É de destacar no entanto que as sociedades exportadoras  registaram um crescimento do VAB de 2,1%.

Tagged under:

Deixar uma resposta