CGD passa a cobrar €0,52 para cada transferência interbancária

Quem tem contacto com bancos especializados no canal online saberá, há vários anos, que transferir dinheiro desses bancos para outros custaria dinheiro. Pagar pelas transferências interbancárias feitas pela net (via homebanking) sempre que isso envolva dois bancos distintos não é assim novidade. A novidade é que esta prática está agora a generalizar-se a quase todos os bancos tendo a Caixa Geral de Depósitos aderido a esta nova comissão muito recentemente.

No caso da CGD a comissão é fixa, não dependendo do montante envolvido, sendo cobrada em transferências até €100.000. Dos €0,52, €0,50 ficam no banco e o remanescente vai para o Estado como imposto de Selo. Noutros bancos os preços podem atingir as dezenas de euros. No BCP, por exemplo, a comissão de transferência mais baixa é de €1 e pode subir aos €19,50 dependendo do montante. Enquanto no SantanderTottal começa nos €1,25.

Não deixa de ser curioso constatar que enquanto alguns bancos isentam transferências desde que estas superem os €100.000 (como sucede na CGD) outros aproveitam para cobrar comissões particularmente elevadas precisamente nessas transferências.

Para já BES e BPI não cobram pelas transferências feitas em homebanking, pelo menos até aos €100.000.

A única forma de ainda conseguir evitar pagar comissões em (algumas) transferências interbancárias é fazê-lo através do multibanco.

Tagged under:

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.