Em Vinhais, Penamacor e Idanha-a-Nova só 29% ganham a vida através do trabalho

A Marktest divulgou uma análise aos dados censitários que o INE compilou em 2011 e apurou que há 61 concelhos onde são mais os que têm na reforma a sua fonte de sustento do que no trabalho. Entre estes destacam-se os concelhos referidos no título: Vinhais, Penamacor e Idanha-a-Nova por terem uma população tão envelhecida que a população ativa empregada está em clara minoria apresentando-se como uma raridade em vias de extinção.

A dicotomia litoral interior é evidente e os Açores destacam-se por terem alguns dos concelhos onde o peso da população a viver de pensões é mais baixo. Uma realidade que não constitui propriamente uma novidade.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.