Aforradores preferem depósitos a prazos mais longos

A confiança dos portugueses no sistema financeiro nacional e a expectativa de manutenção de um cenário de baixas taxas de juro a médio prazo parece ser confirmada pelo comportamento de aforro praticado pelos que têm capacidade de poupança.

Segundo os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal, o montante colocado em depósitos a prazo por particulares totalizava em julho e 2013 os € 133.042 milhões de euros tendo a preferência por depósitos de prazos acima de 2 anos mantido o dinamismo e aumentado ligeiramente de relevância face ao total (representam cerca de 20% do total). Ou seja, admitindo que a opção de poupança é informada, os depositantes confiam na sustentabilidade a prazo do sistema financeiro e acreditam que a taxa de juro paga a prazos mais longos é suficientemente atrativa e compensadora mesmo num cenário em que se começa a desenhar uma lenta subida das taxas de juro. Recorde-se que, embora a generalidade dos depósitos seja mobilizável antecipadamente, é comum tal mobilização implicar a perda total ou parcial dos juros.

Desde o final de 2007 até julho de 2013 os depósitos a prazo de particulares aumentaram 32% tendo caído 6,9% entre as empresas.

Há também a hipótese de os depósitos estarem a migrar para a oferta que paga a melhor taxa de juro neste momento (precisamente os depósitos mais longos) encaminhada por esse chamariz e pela força de vendas ao balcão e, portanto, pouco condicionado por uam reflexão quanto a quais serão as taxas de juro daqui a um ou dois anos e qual a estratégia de aforro que mais compensará no final.

Para já, destaca-se este recorde que, contudo, não foi acompanhado por outro comparável do lado dos depósitos das empresas não financeiras ja que estas têm ainda de recuperar dos valores registados há um ano, claramente superiores aos agora apurados.

Os interessados na informação detalhada podem encontrá-la no portal de estatísticas do Banco de Portugal. Quem queira  identificar quais os melhores depósitos e taxas de juro em oferta pode consultar a nossa página e ficheiro especializado em depósitos a prazo atualizado recentemente.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.