INE divulga série detalhada para a inflação desde 1977 até 2012

[wp_ad_camp_1]

O facto histórico mais relevante da nota sobre inflação hoje divulgada pelo INE não é a variação homóloga mensal a descer para os 3,0% e a taxa de variação média anual do índice de preços no consumidor a fixar-se nos 3,5%. É, isso sim, o facto de ter divulgado, em anexo, uma série longa para a inflação desde 1977 até hoje.

Inúmeras vezes fomos interpelados aqui e no nosso blogue irmão “Onde Estão os Números” por parte dos nossos leitores, procurando tal informação. Em tempos chegámos a fazer esse esforço (ver aqui: Taxa de Inflação em Portugal: 1977 – 2009) que agora pode ser substituído por estatísticas oficiais da inflação 1977 a 2012 (ficheiro excel com 4MB) que, seguramente, terão tido outros cuidados de colagem da série produzindo resultados diferentes mas que se distinguem, fundamentalmente, pelo vasto detalhe que apresentam em termos de classes de despesa e de difusão mensal e anual.

Tardou imenso mas chegou, de facto, um dia histórico para o INE e para a capacidade de entendimento da história económica nacional. Ao INE só se pode pedir que elimine outras graves lacunas como esta que agora desaparece, ao nível das séries cronológicas. Sem esse conhecimento, despreza-se boa parte do investimento diário, continuado, de mais de 80 anos que o país vem efetuando no INE e tolhe-se o país de algo fundamental à boa gestão da economia e do país.

Tagged under:

2 Comentários

Deixar uma resposta