Estatísticas sobre a Mulher: 2001 – 2011

O INE publicou recentemente uma compilação designada “Estatísticas no feminino: ser mulher em Portugal – 2001-2011” composta por 32 páginas na qual cobre, brevemente, vários temas com enfoque cronológico como sejam:

  • a população;
  • saúde materna;
  • mortalidade feminina;
  • crime e violência;
  • proteção social;
  • pobreza e privação material;
  • educação,
  • investigação e desenvolvimento;
  • tecnologias da informação e da comunicação;
  • mercado de trabalho e
  • desporto.

Esta publicação deu azo a muitos recortes de jornal, hoje deixamos aqui a referência para o original. Eis um pequeno excerto para finalizar:

“As mulheres e a conciliação profissional e familiar

O esforço de conciliação entre a vida familiar e a participação no mercado de trabalho é, ainda, uma prática prosseguida sobretudo pela população feminina. São as mulheres quem mais utiliza instrumentos de conciliação entre o trabalho e a família, como a redução do horário de trabalho, a interrupção de carreira e a licença parental. Os cuidados a menores e a pessoas dependentes são, também, assegurados essencialmente pelas mulheres. A existência de filhos, sobretudo em idades mais baixas, e o nível de escolaridade condicionam a participação feminina no mercado de trabalho.”

Tagged under:

Deixar uma resposta