Recorde histórico: taxa de cobertura das importações portuguesas pelas exportações atinge 97,9%

[wp_ad_camp_1]

Os dados referentes à balança de bens e serviços hoje divulgados pelo Banco de Portugal revelam um recorde histórico de sinal muito positivo. Desde pelo menos Janeiro de 1996 (ano em que se iniciou a atual série cronológica) nunca a taxa de cobertura das importações pelas exportações portuguesas tinha sido tão elevada num dado mês (neste caso Julho de 2011), 97,9%, aproximando-se do equilíbrio. De forma simples este indicador revela que por cada 100€ importados em bens e serviços, as exportações conseguem pagar 97,9€.

Conforme temos aqui acompanhado, a balança comercial (de bens) tem vindo a melhorar de forma significativa, mas ainda assim, a taxa de cobertura anda pela dezena dos 70%. No acumulado do ano até Julho, a Balança de Bens e Serviço registou uma taxa de cobertura de 88,2%, fruto do superavit expressivo que se verifica ao nível da balança de serviços.

Recorde-se que os deficits sucessivos ao nível da balança de bens e serviços têm contribuido de forma relevante para o desequilibrio global registado na economia portuguesa.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.