IRS 2012: Rendimento de deficientes tributados em 90% mas com dedução máxima

[wp_ad_camp_1]

Eis a formulação que se pode ler no Orçamento de Estado de 2012 no que concerne à tributação que incide sobre cidadãos com deficiência:

Artigo 103.º
Disposições transitórias no âmbito do IRS

6 – Os rendimentos brutos de cada uma das categorias A, B e H auferidos por sujeitos passivos com deficiência são considerados, para efeitos de IRS, apenas por 90 % em 2012.
7 – Não obstante o disposto no número anterior, a parte do rendimento excluída de tributação não pode exceder em 2012, por categoria de rendimentos, € 2 500.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

Um comentário sobre “IRS 2012: Rendimento de deficientes tributados em 90% mas com dedução máxima

  1. Acho vergonhoso, diria até desumano, a forma como os deficientes continuam a ser tratados em termos fiscais. No final de contas quais são os verdadeiros benficios fiscais de que um deficiente benificia em termos práticos? Qual é a ajuda que tem?

Deixar uma resposta