"Homebanking" mais popular entre homens, dos 25 aos 34 anos e de classe alta e média alta

A Marktest divulgou recentemente um estudo sobre o perfil de utilização dos vários canais de interacção com as instituições financeiras por parte dos portugueses. Segundo a Marktest, a utilização do homebanking (ir ao banco através da internet) triplicou desde 2002 e é hoje a terceira forma mais popular de contacto com os bancos (utilizada por 28,9%). A opção mais popular é a ida à caixa multibanco (utilizada por 80,7%) seguida do contacto directo no balcão ( utilizado por 62,4%). Ainda segundo este estudo:

” (…) O serviço de homebanking apresenta maior penetração junto dos homens, dos jovens dos 25 aos 34 anos, dos indivíduos das classes alta e média alta, dos técnicos especializados e pequenos proprietários ou dos empregados de escritório, comércio e administrativos. Tambem os residentes na Grande Lisboa e no Grande Porto apresentam taxas acima da média. (…)”

Tagged under:

Deixar uma resposta