Taxa de Inflação duplica em Setembro 2010 (act.)

Duplica?! Sim, a taxa de variação média anual dos preços no consumidor (inflação) subiu de 0,3% para 0,6%. Postas as coisas assim já não parece tão assustador certo? Aliás, a taxa de variação homóloga de Setembro de 2010 foi exactamente igual à registada em Agosto denotando que o ritmo de aumento dos preços estabilizou. Veremos nos próximos meses se teremos atingido um pico ou se ainda haverá margem para o aumento dos preços acelerar.

Uma coisa parece certa, a taxa de inflação, a tal que integra as últimas 12 variações homólogas, está condenada a continuar a aumentar, é que a variação homóloga de Outubro de 2009 que vai “saltar” do indicador quando entrar a de Outubro de 2010 foi muito inferior ao valor em torno de 1,9% que se espera para o mês de vem. Daí estes saltos de 3 décimas como o que hoje se registou que resultou na tal “duplicação”  da inflação: de 0,3% para 0,6%.

Eis o relatório do INE.

A três meses do fim do ano, recordamos que em Janeiro o Banco de Portugal havia previsto uma taxa de inflação (Índice Harmonizado de Preços no Consumidor – um indicador ligeiramente diferente da Taxa de Inflação) para 2010 de 0,7%, um valor que parece agora irá ser claramente ultrapassado. A Comissão Europeia que previra 1,3% deverá ficar mais próxima do valor final, ou ter previsto 1,3% (ver “Previsão da Taxa de Inflação para 2010“).

Entretanto, no último boletim económico (Outono) o Banco de Portugal reviu a sua previsão para 1,4% em 2010.

Tagged under:

Deixar uma resposta