Depósitos a Prazo – Abril de 2010

Procedemos à atualização habitual da nossa página que contêm as ligações para os depósitos a prazo comercializados pelas instituições financeiras (IF) acreditadas em Portugal.

Numa primeira análise identificámos alguma diversificação adicional na oferta de depósitos a prazo de médio prazo na modalidade de remunerações crescentes, confirmámos a inevitável redução das taxas de juros dos depósitos que se encontram indexados à euribor e constatámos que, apesar dos baixos valores nominais das remunerações dos depósitos, é ainda fácil encontrar depósitos a prazo que remuneram acima da taxa de inflação que têm sido, recorde-se, negativa ao longo dos últimosm eses (se considerarmos a taxa média de crescimento anual). Contratar depósitos a prazo pela banca via internet (homebanking) continua a ser muito mais vantajoso do que recorrer ao balcão.

Convidamos a nosso leitor a navegar pelas sugestões do portal onde muito provavelmente encontrará a ligação para a melhor taxa de juro de depósitos a prazo. Reforçamos mais uma vez a utilidade de comparar as ofertas recorendo à obrigatório Ficha de Informação Normalizada (que algumas IF resolveram começar a chamar singelamente de “FIN” e que ironicamente fornecem muito perto do fin das páginas informativas).

Note que nem só a taxa de juro é relevante, não se esqueça de analisar, por exemplo, quais as penalizações em caso de levantamento antecipado do capital e se tal possibilidade é, de todo, possível.

Bons negócios!

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

3 comentários sobre “Depósitos a Prazo – Abril de 2010

  1. Pingback: Economia & Finanças
  2. Pingback: Pedro Fonseca

Deixar uma resposta