Certificados de Aforro em vias de extinção

A acreditar nesta peça do Diário Económico “Certificados de aforro perdem 74 investidores por dia” estamos a assistir inexoravelmente ao desaparecimento dos Certificados de Aforro.

Comprar dívida pública com um mínimo de interesse parece ser coisa vedada aos particulares, só com intermediários pelo meio, como muito bem lembrava ontem João Duque, no mesmo jornal, a propósito da impossibilidade de particulares comprarem directamente Obrigações do Tesouro ao Estado.

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta