Onde param as taxas de juro comparáveis? Onde está a TANB?

Economia & Finanças

Economia & Finanças

No “As Melhores taxas de Juro em Portugal“, enquanto não se difunde (em parceria com o E&F) uma tabela de auxílio a quem procura as melhores propostas da banca nacional para os tradicionais depósitos a prazo, vão-se levantando questões que recorrentemente são notícias. Pergunta-se por lá se a “A TANB não é de divulgação obrigatória?“.

Se é já comum encontrar na publicidade a produtos de crédito (em jornais, revistas, TV, rádio, Mupis) a referência à taxa de juro aplicável em termos comparáveis – uma taxa normalizada, referente à média de um ano permitindo-se apenas variações quanto ao binómio líquido/bruto ou nominal/efectivo – fica o espanto de não encontrar nas páginas de alguns banco na net, relativas a depósitos a prazo, informação similar.

No caso citado dá-se o exemplo do Barclays Zoom 11%, mas eu diria que talvez haja um problema com o meio de comunicação, mais do que com o tipo de produto. É que para alguns créditos promovidos na net, é também frequente não encontrar as referidas taxas de juro normalizadas. É preciso dar exemplos? Será que os reguladores andam distraídos com o que se vai fazendo na net?

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.