Inflação “arranca” acima dos piores cenários para 2008

O INE acaba de de divulgar a taxa de inflação incorporando a informação relativa a Janeiro de 2008 confirmando os receios de aceleração em termos homólogos.

“Em Janeiro, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) situou-se em 2,9%, duas décimas de ponto percentual superior ao valor registado em Dezembro de 2007. A variação mensal foi -0,1% e a variação média nos últimos doze meses manteve-se em 2,5%. (…)”

Observando os dois exercícios de simulação aqui apresentados há alguns dias que sugeriam um valor médio de 2,6% (ou ligeiramente a cima) o valor do índice apurado pelo INE em Janeiro (115,4 ) coloca desde já alguma pressão para que o cenário seja revisto em alta. Contudo, obviamente é ainda muito cedo para ter uma indicação consistente.

Recordo que o cenário previsto pelo governo é de 2,5% para a variação média dos últimos doze meses, algo que ameaça só ser atingível com uma forte desaceleração dos preços algures durante este ano, atendendo ao actual patamar.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.