Deixem-me especular

Eis um excerto do meu artigo hoje publicado no Jornal de Negócios (versão integral online aqui):

“(…) Claramente, mais de meio mundo acredita que a especulação em torno do preço futuro dos produtos energéticos, minérios e alimentares extravasou a sua área habitual, saindo do casino e influenciando os preços praticados actualmente nos mercados grossistas e retalhistas internacionais. Mais de meio mundo, mas não todo o mundo. Por exemplo, numa insuspeita aldeia, perdão, comunidade de economistas, tantas vezes apelidados de esquerdistas, situada nos Estados Unidos, talvez liderada pelo prestigiado e agradavelmente prolixo economista Paul Krugman, crê-se que tal relação de causa efeito tem alguns buracos se analisarmos alguns casos correntes. (…)”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.