Caixa Azul – segmentação de clientes versão CGD

Olhar para o banco do Estado em busca de produtos de poupança tradicionais (como os depósitos a prazo) pode ser um experiência confrangedora, particularmente se consultarmos a página que contém as taxas de juro praticadas para remunerar os ditos depósitos: não são actualizadas desde Agosto de 2007 e em nenhum dos casos atingem os 2,5% líquidos.
Contudo, a Caixa Geral de Depósitos está na corrida pelo melhor depósito a prazo em termos de remunerações, pelo menos visando alguns dos seus clientes. Na realidade, quem é cliente do serviço online deste banco e tem junto desta instituição um crédito à habitação pode encontrar um depósito semestral (CaixaNet@6M) a remunerar cerca de 3,7% líquidos para depósitos a partir de 500 euros e até um máximo de 5000 euros.
Esta não é contudo a melhor taxa disponível online na CGD para depósitos a 180 dias. Entre as várias consequências da segmentação de clientes praticada por este banco está um depósito de 500 a 10000 euros, oferecido a clientes rotulados de Caixa Azul que remunera presentemente cerca de 4,2% líquidos ( Caixazul Netpr@zo com emissões quizenais).
O que é preciso para se ser cliente Caixa Azul? O segredo parece ser a alma deste negócio.

Se não tiver crédito a habitação, nem tiver o rótulo referido, o melhor mesmo é deslocar-se ao balcão em busca de uma história melhor do que a contada pela tabela de taxas de juro acima referida. Isso ou procurar melhor oferta que a há por aí.
Procuraremos ir em busca dela também por aqui, volátil como ela é.

3 comentários sobre “Caixa Azul – segmentação de clientes versão CGD

  1. Está excelente o Caixa Azul.

    Gostaria de uma informação: o produto Caixagest tem algum perigo?

    Obrigado,

    AJL

Deixar uma resposta