Caixa Azul – segmentação de clientes versão CGD

Olhar para o banco do Estado em busca de produtos de poupança tradicionais (como os depósitos a prazo) pode ser um experiência confrangedora, particularmente se consultarmos a página que contém as taxas de juro praticadas para remunerar os ditos depósitos: não são actualizadas desde Agosto de 2007 e em nenhum dos casos atingem os 2,5% líquidos.
Contudo, a Caixa Geral de Depósitos está na corrida pelo melhor depósito a prazo em termos de remunerações, pelo menos visando alguns dos seus clientes. Na realidade, quem é cliente do serviço online deste banco e tem junto desta instituição um crédito à habitação pode encontrar um depósito semestral (CaixaNet@6M) a remunerar cerca de 3,7% líquidos para depósitos a partir de 500 euros e até um máximo de 5000 euros.
Esta não é contudo a melhor taxa disponível online na CGD para depósitos a 180 dias. Entre as várias consequências da segmentação de clientes praticada por este banco está um depósito de 500 a 10000 euros, oferecido a clientes rotulados de Caixa Azul que remunera presentemente cerca de 4,2% líquidos ( Caixazul Netpr@zo com emissões quizenais).
O que é preciso para se ser cliente Caixa Azul? O segredo parece ser a alma deste negócio.

Se não tiver crédito a habitação, nem tiver o rótulo referido, o melhor mesmo é deslocar-se ao balcão em busca de uma história melhor do que a contada pela tabela de taxas de juro acima referida. Isso ou procurar melhor oferta que a há por aí.
Procuraremos ir em busca dela também por aqui, volátil como ela é.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

3 comentários sobre “Caixa Azul – segmentação de clientes versão CGD

  1. Está excelente o Caixa Azul.

    Gostaria de uma informação: o produto Caixagest tem algum perigo?

    Obrigado,

    AJL

Deixar uma resposta