Finanças dos clubes: Sporting mais eficiente em 2006/2007

Provavelmente o "mercado" das SAD deportivas na bolsa de valores merece tantas aspeas que notícias como a que se segue terá pouca relevância no comportamento dos respectivos títulos, mas é interessante confrontar  o foguetório Joe Berardo com esta análise da Delloite relatada no Jornal de Negócio, um excerto:

"(…) Sporting mais eficiente

O clube da Luz foi o que teve mais receitas, atingindo os 63,5 milhões de euros, seguido pelo FC Porto (45,9 milhões) e pelo Sporting (40,2 milhões de euros). No entanto, foi o clube de Alvalade que teve a melhor relação receitas/custos, pois as suas despesas foram as mais baixas dos três grandes (39,9 milhões de euros).

Seguiu-se o Benfica, com custos de 64,7 milhões e o FC Porto, que gastou 76,3 milhões de euros.

Assim, o clube campeão nacional foi o que apresentou os maiores prejuízos correntes (34,3 milhões de euros), seguido pelo Benfica (quatro milhões) e pelo Sporting (três milhões). O Benfica teve o melhor "cash flow" da Superliga, aumentando-o de 7,3 para 10,9 milhões de euros na época 2005/2006.

Os dados estão presentes no "Anuário das Finanças do Futebol Profissional 2005/2006" realizado pela consultora Deloitte, para a Liga Portuguesa de Futebol Profissional em parceria com o jornal "A Bola". A apresentação decorreu esta tarde."

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS