Contas feitas o petróleo está mais barato em 2007

Como saberão o petróleo é transacionado internacionalmente em dolares. Ou seja, a Petrogal (por exemplo), para comprar petróleo tem de primeiro trocar euros por dólares para depois poder efectuar a compra e o respectivo pagamento.

Nos últimos dias, tanto a taxa de câmbio euro/dolar como o preço do barril do petróleo nos mercados internacionals têm batido recordes históricos. Com algum descuido e algumas ilusões ópticas podemos partir para conclusões precipitadas sobre a evolução da factura energética* associada ao petróleo e seus derivados nos últimos anos.

108-02646.jpgOra se os números não me falham nem as respectivas contas, cheguei à conclusão que mesmo cotado em dolares o preço do Brent e do WTI estão ainda 1,6% e 5,3% abaixo, respectivamente, dos valores médias apurados durante igual período do ano passado (período de referência de 1 de janeiro a 11 de Setembro). E se considerarmos o efeito cambial durante o mesmo período o cenário é ainda mais expressivo: o preço médio do Brent medido em Euros caiu 8,7% face a igual periodo de 2006 e o do WTI caiu 12,2%.

Se a factura energética está a aumentar face ao ano passado não será pelo efeito da subida de preços do petróleo (por enquanto). Alguém discorda?

Notem que se as contas em vez de recorrerem a valores médios com preocupações ao nível da comparação homóloga, pegassem exclusivamente nos últimos valores do mercado, as conclusões seriam bem diferentes. Mas aí não estariamos a ser muito honestos. 

Deixo neste ficheiro "Preço do Petróleo na Europa – 11 de Setembro de 2007" o resumo dos cálculos e a indicação das fontes utilizadas. 

* isto considerando apenas os efeitos preço e cambial, deixando de lado eventuais oscilações no volume, ou seja, na quantidade que tem sido necessário importar.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.