Como seria de esperar a Martifer quer o imposto de selo cobrado sobre OPS

“A Martifer, empresa que entrará em bolsa na próxima quarta-feira, também se prepara para processar o Estado pelo imposto de selo cobrado nas operações de aumento de capital que recentemente o Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias (TJCE) considerou ser ilegal. (…)”

in Agência Financeira. 

Ah pois é, pois é. Uma embrulhada. 

Entretanto, enquanto lá fora se acumulam perdas nos mercados pelo 4º dia consecutivo, por cá a expectativa quanto à entrada em negociação da Martifer continua elevada e a REN garante a manutenção do frenesim bolsista por mais uns tempos.

2 comentários sobre “Como seria de esperar a Martifer quer o imposto de selo cobrado sobre OPS

  1. É possível que surja Wilson. Mas bolha nas renováveis? Hoje? Onde? Quem investe em renováveis? Ainda é uma indústria a surgir com pouco peso nas emresas que a estã a dinamizar. A seu tempo poderá vir a ser diferente.
    Bolhas haverá hoje muitas, mais ou menos preocupantes, mas para já não me parece. A martifer parece-me estar a sofrer de um fenómeno genérico de especulação (e não de algo colado à etiqueta “renováveis”). Um fenómeno genérico que se cola ao efectivo potencial de crescimento que a empresa pode ter.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.