A máquina fiscal e o reembolso do IRS

O Ministério da Finanças divulgou hoje uma nota onde faz o balanço da primeira fase de reembolso do IRS de 2007. Segundo se lê na imprensa, por exemplo no Diário Económico,

"(…) Segundo um comunicado do Ministério das Finanças, já foram emitidos todos os reembolsos, cerca de 1 277 000, no montante de 909 milhões de euros, relativos a contribuintes que indicaram o seu Número de Identificação Bancária (NIB) para pagamento por transferência bancária. (…)"

Envolvendo dinheiro retido a questão é sempre melindrosa e a avaliar pelos mais de 600 comentários gerados até ao momento no artigo relativo ao "Finanças iniciam pagamento do reembolso do IRS 2006 (actualizado a 29 de Junho)" há ainda muito por onde a máquina fiscal pode melhorar para reduzir o atrito e a desilusão por parte dos contribuintes. Aliás, há nesse comentários muita gente a contraditar boa parte do que se lê na referida nota.

Por exemplo, o tempo que medeia entre a entrega das declarações anuais e a devolução do reembolso é manifestamente inaceitável.

Muito trabalhinho pela frente, muito trabalhinho para melhorar a imagem da nossa máquina fiscal.

3 comentários sobre “A máquina fiscal e o reembolso do IRS

  1. E a “história” da prioridade para os contribuintes que entregaram a declaração de rendimentos com NIB?
    Essa é demais!

  2. Realmente concordo com o que o Paulo referiu…parece que ha uma certa falha na “ordem de pagamento” das finanças.
    MAs enfim…o que podemos fazer.

    Cumprimentos

    Rafael Souto

  3. Realmente é uma falta de consideração e falta de respeito para com os contribuíntes.Além demais gozam connosco pelo facto de terem um número de atendimento telefónico e não servir para nada´aos contribuintes porque não atende.Ficando assim, o contribuinte a espera durante muito tempo sem resposta.jose

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.