Previsões para a inflação e PIB em 2014, 2015 e 2016

As mais recentes previsões para a inflação e PIB em 2014, 2015 e 2016 foram ontem publicadas pelo Banco de Portugal (BdP) na sua edição de junho do boletim económico.

 

Previsões para a inflação e PIB em 2014, 2015 e 2016

Uma das revisões mais significativas entre as projeções de abril e de junho feitas pelo BdP é a previsão para a inflação em 2014 que passou de 0,5% para 0,2%, ou seja, o BdP reconhece sucessivamente, há várias edições do boletim económico, que a previsão para a inflação aponta continuamente para valores cada vez mais baixos estando agora próximo de deflação.

Para 2015 e 2016 o BdP não alterou as suas projeções para os preços.

Previsões para a inflação e PIB em 2014, 2015 e 2016
Previsões para a inflação e PIB em 2014, 2015 e 2016

Quanto à projeção para o PIB em 2014, o BdP é agora ligeiramente menos otimista, tendo alterado o valor de 1,2% para 1,1%. Em compensação espera que em 2015 o PIB cresce mais uma décima do que previa em abril: 1,5%.

A previsão para o PIB de 2014 agora divulgada, apesar de, em termos gerais, produzir apenas uma oscilação de uma décima face a abril de 2014, revela um alteração significativa nas componentes do PIB, demonstrando, mais uma vez, quão difícil está a ser antecipar o comportamento da economia. Agora, a perspetiva do BdP é francamente menos otimista quanto à evolução anual das exportações (que crescem 3,8% face aos 5,3% previstos já apenas dois meses).

Por outro lado, sinaliza-se um maior desequilibro na balança comercial dado que as importações, agora também revistas em baixa, ficarão claramente acima das exportações (em termos de variação anual). Algo que acontecia só marginalmente nas projeções de abril de 2014.

Por outro lado, o contributo esperado do consumo público é agora menos negativo, a formação bruta de capital fixo menos dinâmica e o contributo esperado da procura interna mais importante.

Uma última nota para a revisão em alta das expectativas do Banco de Portugal quanto à evolução das exportações em 2015 e 2016.

 

Mais Informação:

Verifique aqui as novidades posteriores à informação presente neste artigo relativa às projeções macroeconómicas e  às projeções para a economia portuguesa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.