"A única vantagem de deter um crédito numa moeda mais forte era se este fosse indexado a uma taxa de juro mais baixa"

O Mais Valias no artigo “E se Receber em Escudos e Pagar em Euros?” partilhou da nossa preocupação no artigo anterior (ver “Deutsche Bank: Ter empréstimos em euros numa sucursal estrangeira pode revelar-se experiência muito amarga? (act.II) “) e coloca uma outra questão que remete para mais um aspecto que naturalmente deve

Ler mais