Governo falha com estrondo previsão para a taxa de desemprego… e isso é excelente

Há cerca de um ano escrevia-se no relatório do Orçamento do Estado para 2017 que o governo previa que, no final de 2017, a taxa de desemprego continuasse a melhorar e que se fixa-se nos 10,3%. A 8 de novembro de 2017, já com os dados fechados para o 3º trimestre de 2017, o INE … Ler mais

Novos empregos, quem cria mais, as velhas ou as novas empresas?

Via Business Insider em “Sorry, Microsoft, Intel, And GE–It’s Startups That Create Most Of The Jobs” chegamos a uma discussão interessante: a propósito da defesa da manutenção do estatuto das patentes e dos apoios financeiros directos por parte do Estado, as grandes corporações defendem que são os baluartes da criação da inovação e de novos empregos.

Mas há quem faça a defesa das start ups provando precisamente o oposto: é nas empresas jovens que se produz mais inovação e se geram mais novos postos de trabalho, parecendo existir uma relação entre o amadurecimento empresarial e a redução de custos por via da extinções de empregos. Estarão os Estados capturados pelas grandes corporações e impedidos de “verem” o óbvio canalizando o dinheiro dos contribuintes para a aposta errada?

Eis um excerto (em inglês) do artigo original no TechCrunch:

Ler mais