Consumidores não estavam tão otimistas desde fevereiro de 2022

Os resultados do inquérito de conjuntura aos consumidores relativo a março de 2024, divulgados pelo INE, revelam que os consumidores não estavam tão otimistas desde fevereiro de 2022.

O valor agora registado resulta de uma progressiva melhoria iniciada em dezembro de 2023.

O INE detalha os dados de março da seguinte forma:

O indicador de confiança dos Consumidores aumentou entre dezembro e março, atingindo o valor mais elevado
desde fevereiro de 2022.

A evolução do indicador em março resultou do contributo positivo de todas as componentes: perspetivas de evolução futura da situação económica do país, da realização de compras importantes por parte das famílias e da situação financeira do agregado familiar, assim como das opiniões sobre a evolução passada da situação financeira do agregado familiar.

O saldo das expectativas relativas à evolução futura da situação económica do país aumentou nos últimos quatro meses, de forma significativa em dezembro, após ter diminuído entre julho e novembro.

O saldo das perspetivas relativas à evolução futura da situação financeira do agregado familiar também
aumentou nos últimos quatro meses, atingindo o valor mais elevado desde fevereiro de 2022.

O saldo das opiniões sobre a evolução passada dos preços diminuiu nos últimos dois meses, após ter aumentado em janeiro.

O saldo das perspetivas relativas à evolução futura dos preços também diminuiu nos últimos dois meses, de forma significativa em março, depois do aumento expressivo observado em janeiro.

Fonte: INE

Empresas também estão mais otimistas

Já o indicador de clima económico que agrega as opiniões dos empresários dos vários setores de atividade tem vindo a registar um andamento mais errático e após uma queda em fevereiro de 2024, no mês de março, retomou as melhorias, refletindo maior confiança, tendo o setor dos Serviços funcionado como força motriz mais suficiente para compensar as ligeiras perdas de confianças registadas nos outros sectores.

Segundo o INE:

blank

O indicador de clima económico aumentou em março, contrariando a redução observada no mês anterior.

Os indicadores de confiança aumentaram nos Serviços e, de forma ligeira, no Comércio, tendo diminuído moderadamente na Indústria Transformadora e na Construção e Obras Públicas.

Fonte: INE

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *