Datas de Pagamento das Prestações Sociais – Novembro 2020

Passei um recebi eletrónico tenho de entregar o Anexo SS?

Conheça quais são as Datas de Pagamento das Prestações Sociais – Novembro de 2020 divulgadas oficialmente pela Segurança Social. Pode consultar aqui ou na ligação associada, o mapa das datas de pagamento divulgado pela Segurança Social.

Note que a cada prestação social e método de pagamento aplica-se uma data distinta.

Na tabela em baixo encontra as datas aplicáveis para transferências bancárias, carta-cheque e vale de correio em cada uma das prestações, a saber:

  • Pensões e correlacionados;
  • Prestações Familiares;
  • Rendimento Social de Inserção
  • Complemento Solidário para Idosos;
  • Subsídio de Desemprego, Doença ou Parentalidade;
  • Prestação Social para a Inclusão;
  • Ação Social.

 

Datas de Pagamento das Prestações Sociais – Novembro de 2020

Novembro 2020
Prestação Meio de pagamento
Transferência bancária Vale de correio
Prestações Familiares ​16 de novembro A partir de ​16 de novembro
Rendimento Social de Inserção 23 de novembro A partir de 23 de novembro
Complemento Solidário para Idosos  (1) 9 de novembro A partir de 9 de novembro
1º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

16 de novembro A partir do dia 16 de novembro
2º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

27 de novembro A partir do dia 27 de novembro
Prestação Social para a Inclusão 9 de novembro A partir do dia 9 de novembro
Ação Social 23 de novembro A partir do dia 23 de novembro
Doença Profissional: Pensões e Subsídios 2 de novembro A partir de 2 de novembro
Pensões 9 de novembro A emissão dos vales é efetuada por ordem alfabética a partir do dia 4 de novembro

 

1) Pago juntamente com a pensão.

Nota: Se o dia 8 coincidir com sábado, domingo ou feriado, a pensão é creditada no dia útil seguinte.

 

Tagged under:

15 Comentários

  • Luís Lopes Responder

    Num outro tempo recente, as pensões mensais, quando o dia 8 coincidia com sábado ou domingo, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior, agora porque pensam que todos o que o recebem são ricos, adiam. Ou seja o socialismo pobre ! Que venha a social democracia que agora vou apoiar.

    • José Rodrigues Responder

      Toda a razão. Porque mudaram essa anterior prática? E também podiam permitir que os pensionistas que desejassem – repito desejassem – recebessem os subsídios em duodécimos. Isso já foi assim, ainda é assim nas empresas e muitos dos pensionistas precisam do dinheiro ao mês em vez de todo de uma vez em Julho ou Dezembro, com a agravante de se tiver falecido fica para o estado.

      • Luís Esteves Responder

        Há aqui muita confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritáriamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

    • Luís Esteves Responder

      Há aqui muita confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritáriamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

    • Luís Esteves Responder

      Caro senhor, lamento dizer mas há aqui confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês (e não a 8) e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritariamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

  • Valentim Coelho Responder

    não da para entender o porquê de ser dia 9 quando os senhores funcionários pùblicos recebe sempre antes continuamos a tratar os portugueses de 1 e de segunda sinto vergonha de ter descontado mais d40 anos e ser trado desta maneira quando os meus descontos pagaram os vossos ordenados

    • José Rodrigues Responder

      De acordo. Inexplicável.

      • Luís Esteves Responder

        Há aqui muita confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritariamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

        • luslopes Responder

          Sr. Luís Esteves, quem representa ? Não estou de acordo com o seu comentário, embora queira martelar o assunto várias vezes. Eu diria que o senhor que parece ser tão democrata não solicita, não a antecipação do subsídio, mas sim o adiantamento. Pois é talvez nem precise ou não tenha direito.

          • JOSE AMARAL

            Bom dia,
            Já alguém parou para pensar o que se passa na segurança social?

            Tenho 45 anos e faço descontos desde os 18. Desde muito pequeno que ouço falar que a Segurança Social está (tecnicamente) falida. Quer isto dizer que as receitas (contribuições de entidades empregadoras e trabalhadores) não são suficientes para pagar as despesas (entenda-se pensões, subsídios e outras prestações de caráter social).

            Inicialmente, quando a Segurança Social foi criada, existiam várias pessoas a descontar para uma. A situação hoje é inversa, são necessárias várias pessoas para pagar cada pensão/reforma. Aliando a isto outros fatores como o aumento da esperança média de vida…

            Posto isto, devo dizer-lhes, que a Segurança Social ainda não fechou portas, porque os diversos governos, sejam de esquerda ou de direita, tem retirado uma parcela do Orçamento de Estado para assegurar a manutenção da Segurança Social.

            Pelo cenário que vos apresento, não sei se quando chegar a minha idade 67, 68 ou 69 anos, terei direito a uma reforma/pensão, apesar de já descontar há quase trinta anos.

            Por isso, meus senhores, e com todo o respeito que me merecem, deixem-se de discutir um dia para a frente ou para trás. Deem graças a Deus por ainda receberem alguma coisa, pois eu não sei se receberei.

            Seria mais útil nesta quadra natalícia, pensar naqueles que não tem um pedaço de pão para comer e o que poderemos fazer por eles do que discutir se recebo ao dia 8 ou 10.

          • Luís Esteves

            Caro senhor “luslopes”, a sua discordância não é decerto em relação a mim, mas sim em relação a factos, porque são factos que eu refiro, o que obviamente é estranho porque factos não podem ser objecto de opinião mas sim de verificação. Depois quanto às restantes afirmações que faz, tenho a dizer-lhe o seguinte: Se fica incomodado por eu ter tentado esclarecer cada uma das pessoas que deixaram aqui comentários, o problema é seu, porque eu digo e faço o que quero, quando quero e a quem quero e como aqui houve quem tentasse transmitir falsidades, quis, como é meu direito, desmenti-las. Quanto a ser democrata, não vejo aqui a relação, mas dado que ser democrata é a coisa mais saudável e razoável do mundo, o facto de me chamar democrata, não me incomoda minimamente, muito pelo contrário. Quanto às conclusões que parece tirar das minhas necessidades e direitos, aconselho-o a tomar medicação e sobretudo informar-se sobre aquilo que quer conhecer, talvez isso evite que diga disparates..

    • Luís Esteves Responder

      Há aqui muita confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritáriamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

  • Rodrigues Responder

    País governado por políticos corruptos sem caráter e falta de respeito pelas pessoas que durante muitos anos trabalharam para serem agora tratados como pensionistas de meia tijela.

    • Luís Esteves Responder

      Há aqui muita confusão. Anteriormente o pagamento era feito ao dia 10 de cada mês e quando esse dia coincidia com fim de semana ou feriado, o pagamento era antecipado para o dia útil anterior. Desde 2018 que em vez de 10 passou a ser a 8, exceto quando coincide com fim de semana ou feriado, então passa para o dia útil seguinte. Se olhar para o calendário de qualquer ano esta mudança acabou por resultar maioritáriamente numa antecipação dos pagamentos das pensões,

  • Jose Filipe Responder

    … e a confusão mantem-se; dia 8 Novembro deste mês foi domingo e a pensão foi paga a 9 / segunda.
    Se fosse verdade que desde 2018 tinha deixado de ser a 10 para ser a 8, então agora em Novembro teria de ser paga no dia 6 / sexta.
    Em situação semelhante já aconteceu ser paga a 7, por isso …?!

Deixar uma resposta