Em quanto vai aumentar a renda da casa em 2019?

IMI

Em quanto vai aumentar a renda da casa em 2019? O coeficiente de atualização das rendas para 2019 foi conhecido a 12 de setembro de 2018 com a divulgação pelo INE do índice de preços no consumidor referente a agosto de 2018.

Segundo a informação do INE, a variação média anual do total do índice de preços no consumidor sem habitação foi de 1,15% no ano terminado em agosto de 2018 pelo que será este valor, no cumprimento da lei, que irá ser considerado o coeficiente de atualização das rendas para 2019.

Ou seja, as rendas vão aumentar em 1,15% em 2019. Para apurar o valor da renda em 2019 deverá multiplicar o valor da renda em 2018 por 1,0115. O resultado será o novo valor. Por outras palavras, por cada €100 de renda em 2018 pagará €101,15 em 2019.

Rendas 2019

Algumas simulação com a atualização das rendas para 2019

A renda da casa em 2019 poderá ser atualizada a partir de 1 de janeiro. Em breve apresentaremos um simulador para o calculo das rendas de 2019. Até o final de 2018 o aumento das rendas que cumpram o seu aniversário nos dias remanescentes do ano deverá ser, contudo, o previsto para este ano que é de 1,12%.

O senhoria deverá ter presente que para proceder ao aumento da renda deverá comunicar ao mesmo ao inquilino com um mínimo de 30 dias de antecedência. Desde 2012 que o arredondamento da renda faz-se ao cêntimo.

Pode encontrar aqui um exemplo de minuta de comunicação de aumento de renda.

ADENDA: A informação já foi oficializado neste aviso (Aviso n.º 13745/2018) publicado em Diário da República.

Tagged under:

12 Comentários

  • FilipeResponder

    Se o senhorio se tiver esquecido de actualizar a renda em 2018. Ainda o pode fazer agora para dezembro de 2018?
    Se assim o fizer, pode actualizar a renda novamente em janeiro 2019 segundo o coeficiente do INE?
    Existe algum período mínimo em que a renda não pode ser actualizada/aumentada?

    Grato pela vossa atenção

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      O único período mínimo de que temos conhecimento é o de 12 meses a contar do início do contrato. Ou seja, só pode fazer a primeira atualização ao fim do 1º ano de contrato. A outra restrição é que terá de avisar sempre com um mês de antecedência, sempre que vá aumentar.
      Não temos nenhuma indicação de que os aumentos tenham que ser separados por um período mínimo. Se um senhorio se “esqueceu” de aumentar a renda logo no aniversário e se só o fez meses depois, isso é vantajoso para o inquilino, mesmo que no aniversário seguinte o senhorio já se lembre de aumentar a renda no mês do aniversário (que não distará 12 meses do último aumento).
      O que aqui expomos é a nossa opinião pessoal, não dispensa a consulta de um jurista.

  • PATRICIA G RODRIGUESResponder

    Não temos de esperar pela publicação em Diário da República para comunicar o aumento para 2019?

  • A. FernandesResponder

    Boa tarde
    Não aumentei algumas rendas nos anos anteriores por serem de valores muito baixos, (ex: 30 euros).
    Será que este ano posso proceder ao aumento considerando cumulativamente os coeficientes dos ultimos anos?
    Cump.s

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      É uma excelente pergunta. Não temos uma resposta definitiva mas a nossa opinião vai no sentido de que deveria poder dado que a sua decisão se traduziu num comportamento que beneficiou o inquilino.
      Explique isso ao inquilino no momento de comunicação do aumento da renda que deverá fazer com pelo menos 30 dias de antecedência.

      Se quer ter certezas jurídicas recomendamos, contudo, que procure uma opinião mais especializada. A nossa opinião não bastará.

  • A. FernandesResponder

    Grato pela resposta.

  • JoanaResponder

    O meu senhorio aumentou me o ano passado 3 euros a renda e este ano aumentou mais 3 euros ou seja em 2017 pagava 250 em 2018 paguei 253 e agora 2019 quer que pague 256 ele pode fazer isto? Obg

  • Rui Cerdeira BrancoResponder

    Se paga €253 em 2018 o aumento máximo é para €255,91. Ou seja, está a arredondar para o euro seguinte. Ou sjea, quanto muito pode queixar-se de lhe estar a aumentar a renda 9 cêntimos a mais, de resto, sim, o aumento é legal.

    Já em 2018 terá feito o mesmo. Se em 2017 pagava €250, o aumento permitido pela lei era para €252,8. Não devia ter arredondado para €253. Mais uma vez a diferença é de cêntimos. Note que durante muitos anos, a renda arredondava para o euro seguinte. Há poucos anos a regra mudou para o cêntimo seguinte. É possível que o seu senhorio não se tenha apercebido e esteja de boa fé. Mas no essencial, sim, o seu senhorio pode aumentar-lhe a renda guiando-se pelo valor oficial divulgado pelo INE: Para 2019, como divulgamos neste artigo, o aumento máximo é de 1,15% o que dá, no seu caso, os quase 3 euros de aumento.

  • joao pedroResponder

    ola. eu tenho contrato de 3 anos 200. euros por mês o contrato acaba janeiro 2019 vem um grando aumento para 280.00 euros que devo fazer muito obrigado manda.me resposta obrigado.

    • Rui Cerdeira BrancoResponder

      Se o contrato termina, o senhorio pode atualizar o preço.

  • joao pedroResponder

    se arrenda a 200.00 euros por mês o senhorio aumentarpara 280.00 por mês pode ser assim um aumento grande assim

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.