Aumento extraordinário de pensões de agosto de 2018

Em janeiro de 2018 apresentámos o essencial sobre o que já era conhecido relativamente às Pensões 2018: valores oficiais, agora damos eco da aumento extraordinário de pensões de agosto de 2018, previsto no Conselho de Ministros e divulgado a 24 de maio de 2018.

Esta decisão do conselho de ministros enquadra-se no que já estava previsto no artigo 110.º do Orçamento do Estado para 2018 e vem “concluir a compensação pela perda de poder de compra causada pela suspensão do regime de atualização das pensões do regime geral da Segurança Social e do regime da Caixa Geral de Aposentações (CGA) no período entre 2011 e 2015, aumentando os rendimentos dos pensionistas com pensões mais baixas.

 

Quem vai receber aumento de pensões em agosto de 2018?

Este aumento extraordinário de pensões de agosto de 2018 abrangerá os pensionistas que recebam até €643,35. Na prática irão receber uma atualização de seis ou dez euros, consoante tenham ou não tido aumentos entre 2011 e 2015, deduzidos do valor da atualização das pensões ocorrida a 1 de janeiro de 2018. Ou seja, este aumento garante que durante o ano de 2018 nenhum destes pensionistas terá um aumento global durante o ano inferior a €6 ou €10.  Quem nunca foi aumentado entre 2011 e 2015 receberá, no acumulado do ano, pelo menos €10. Quem recebeu aumentos nos anos anteriores receberá pelo menos €6.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros os abrangidos serão:

” (…) os pensionistas de invalidez, velhice e sobrevivência do sistema de Segurança Social e os pensionistas por aposentação, reforma e sobrevivência do regime de proteção social convergente cujo montante global das pensões em julho de 2018 seja igual ou inferior a 1,5 vezes o valor do Indexante dos Apoios Socias (IAS), ou seja, 643,35 euros”.

Continuaremos a acompanha o tema das pensões no Economia e Finanças.

Tagged under:

3 Comentários

  • antónio magalhãesResponder

    As pensões de sobrevivência das viúvas dos ferroviárias nãop são actualizadas desde 2009. Alguém me sabe dizer (na segurança social não sabem) quem e como faz essas actualizações? Obrigado. A Magalhães (tlm 967570718)

  • José Mendes TeixeiraResponder

    Neste pobre país, é melhor ser cigano ( com todo o respeito por aqueles que trabalham ) ou imigrante refugiado, porque nunca descontaram e recebem mais.

  • Ana SilvaResponder

    O aumento não chega nem para pagar taxas e taxinhas.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS