Nova Época de Ouro dos Certificados de Aforro e do Tesouro

Estamos perante uma nova época de ouro dos certificados de aforro e do tesouro?

Nos primeiros dois meses de 2016 os títulos de dívida pública colocados junto dos particulares, os tradicionais certificados de aforro e os mais recentes certificado do tesouro poupança (CTPM) mais, registaram um aumento do stock em €612 milhões o que representa uma captação de poupança correspondente a cerca de 30% da meta total anual de €2.000 milhões que o IGCP reviu em alta no início de março de 2016 (a meta inicial era de €1.700 milhões).

 

Época de ouro dos certificados de aforro e do tesouro:

Contrariamente ao que sucedeu em 2015, não há agora nenhuma razão singular e irrepetível que possa explicar um fenómeno de antecipação de poupança (em 2015 anunciou-se com antecedência um corte significativo dos juros nos CTPM que estimulou uma forte colocação de poupança neste produto logo no início do ano) mas antes aquilo que parece ser um cenário base de normalidade em conjuntura de baixas taxas de juro. Podemos assim estar perante uma nova época de ouro dos certificados de aforro e do tesouro em que, por via de um esmagamento das taxas de juro dos depósitos a prazo na banca comercial e uma estabilização dos juros na dívida pública colocada junto dos particulares, esta última ganhou competitividade e voltou a ser um dos produtos favoritos para constituir pé de meia.

Segundo dados do IGCP, em 2015, a captação líquida destes produtos foi de €3.528 milhões valor que, a manter-se o ritmo de subscrições líquidas apurando em janeiro e fevereiro de 2016 deverá ser ligeiramente ultrapassado, superando assim a meta anual definida. Esta é contudo uma projeção simples que não tem em conta, por exemplo, resgates extraoridinários e obrigatórios associados ao fim do prazo dos certificados de aforro da série C que poderão ou não converter-se em novos certificados .

Na tabela em baixo apresentamos os 20 melhores produtos de poupança de baixo risco (apenas depósitos a prazo ou certificados do estado), ordenados por taxa de juro. Nela se verifica que um investimento em CTPM por 1, 2, 3, 4, ou 5, anos aparece sempre neste top 20 do qual removemos os depósitos a prazo promocionais (só para novos clientes ou novos montantes). Os certificados de aforro surgem numa posição mais modesta e serão atrativos essencialmente para aplicações de curto prazo ou para quem não queira prescindir da possibilidade de resgatar o investimento durante o primeiro ano (algo impossível nos CTPM e possível nos certificados após o fim do 3º mês).

Nos primeiros dois meses de 2016, os certificados de aforro captaram em termos líquidos, mais €60 milhões enquanto os certificados do tesouro poupança mais captaram €552 milhões.

Sublinhe-se ainda, com exceção dos empréstimos infra-anuais, o custo médio destes produtos para o Estado é significativamente mais económico do que emitir dívida pública via empréstimos obrigacionistas colocados em mercado institucional. Por outro lado, colocar mais dívida junto de nacionais tem um efeito positivo ao nível da internalização dos juros pela economia nacional (os juros são pagos a residentes).  Há alguns potenciais efeitos negativos ao nível do financiamento da economia ou do consumo sobre os quais não nos alongaremos de momento.

Pode consultar o ficheiro comparativo completo com as melhores taxas de juro de depósitos a prazo aqui (atualizado mensalmente).

Banco Prazo Nome do Depósito TANB Depósito Minimo
   Nº Unidade      
ESTADO – IGCP 5 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Mais 2,25 1 000
BNI Europa 2 anos(s) 24 Meses 2,25 10 000
BNI Europa 1 anos(s) 12 Meses 2 10 000
ESTADO – IGCP 4 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Mais 2,00 1 000
BNI Europa 6 meses 183 dias 1,75 10 000
ESTADO – IGCP 3 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Mais 1,75 1 000
Caixa Agrícola 18 meses Normal 1,75 250
BNI Europa 3 meses 92 dias 1,5 10 000
ESTADO – IGCP 2 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Mais 1,5 1 000
Caixa Agrícola 1 anos(s) Normal 1,5 250
BIC 3 anos(s) DP Performance 1,35 2 500
PrivatBank 2 anos(s) Clássico 1,3 100
PrivatBank 3 anos(s) Clássico 1,3 100
PrivatBank 5 anos(s) Clássico 1,3 100
Banco Privado Atlântico – Europa 1 anos(s) Juro Mensal 1,25 10 000
Banco Privado Atlântico – Europa 1 anos(s) Plus 12 Meses 1,25 25 000
ActivoBank 1 anos(s) Poupança Extra 1,25 3 000
ESTADO – IGCP 1 anos(s) Certificados do Tesouro Poupança Mais 1,25 1 000
Montepio 6 meses Super Depósitos 2016 1,25 10 000
Invest 5 anos(s) 5 anos e um dia 1,2 2000

 
Encontre aqui mais informação sobre certificados de aforro e sobre certificados do tesouro.

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta