Crédito à Habitação: Novos Empréstimos Pedem cada vez mais Dinheiro aos Bancos

Segundo os dados do INE relativos às taxas de juro implícitas no crédito à habitação e ao capital médio em dívida (entre outros) referentes a janeiro de 2016, verifica-se uma descida significativa do custo dos crédito estando a taxa de juro implícita (que inclui o custo total com juros onde se encontra o indexante e o spread cobrado pelos bancos) em mínimos históricos.  De facto, a ” taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação passou de 1,215% em dezembro 2015 para 1,197% em janeiro 2016″. Se considerarmos apenas os contratos celebrados nos últimos três meses – que serve de melhor referência para quem está a pensar contratar um novo crédito – a taxa de juro implícita está nos 2,178%. Recorde-se que há apenas um ano este mesmo indicador para contratos celebrados nos últimos três meses estava nos 2,979%. Para esta descida muito expressiva terá contribuindo a continuada descida dos indexantes (a Euribor) bem como uma redução importante dos spreads cobrados pelos bancos a operar em Portugal.

Um outro grupo de indicadores apresentados pelo INE é capital médio em dívida. No gráfico em baixo construído com base em dados do INE apresentamos a azul o capital médio em dívida por contrato de crédito à habitação no conjunto de todos os contratos de crédito à habitação em vigor no país. A laranja surge o mesmo indicador mas calculado apenas para o conjunto de contratos de crédito à habitação celebrados entre novembro e janeiro de 2016. Para o total de contratos é evidente a descida progressiva do capital em dívida, para os novos contratos constata-se que desde meados o final de 2013, início de 2014 o capital em dívida tem vindo a recuperar regressando agora a valores próximos dos verificados em 2010. A descida dos juros está assim a ser acompanhada pela contratação de novos contratos de crédito à habitação de valor cada vez maior.

Estes dados têm sido também compatíveis com um crescimento do valor médio por metro quadrado que resulta das avaliações bancárias relativamente aos imóveis sujeito a aquisição com recurso ao crédito.

Crédito à Habitação

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.