População residente diminuiu em 52,5 mil pessoas num ano

População residente diminuiu em  52,5 mil pessoas num ano. São estes os dados mais recentes das Estimativas de População Residente 2014 que o  INE divulgou em detalhe.

Segundo o INE havia em Portugal no final de de 2014, 10.374.822 residentes. A quebra populacional justificou-se quer pelo saldo natural negativo de 22 423 indivíduos (excesso de mortes face aos nascimentos) quer pelo saldo migratório negativo que foi de 30 056 (excesso de saídas face às entradas de indivíduos como residentes em Portugal).

Variação da população residente em Portugal 2004 a 2014
Variação da população residente em Portugal 2004 a 2014
Fonte: INE

Tanto o saldo natural como o saldo migratório foram ligeiramente menos negativos em 2014 face ao ano anterior. Ainda assim, comparando com a população em final de 2011 (ano em que a informação foi revista incluindo os dados do recenseamento geral da população realizado a meio do ano), Portugal perdeu 167.576 residentes.

Em 2014 nasceram em Portugal 82.367 bebés e morreram 104.790 pessoas, em ambos os caso números inferiores aos de 2013. A queda no número de óbitos foi contudo mais intensa pelo que o saldo natural melhorou ligeiramente.

Quanto ao saldo migratório o INE estima que tenham saído de Portugal de forma permanente em 2014, 49.572 indivíduos e que tenham entrado a título permanente outros 19.516. O número de saídas caiu em cerca de 4 mil e o número de entradas aumentou em cerca de duas mil face a 2013.

A pirâmide etária em Portugal

Pirâmide etária 2004 2014 Portugal
Pirâmide etária 2004 2014 Portugal
Fonte: INE

continua a revelar um ritmo acelerado de envelhecimento.

5 comentários

  1. mandate as pesoas na reforma a 70 anos asi fica en portugall so pasos coelho e paolo portas
    disocupados che son penalizados para ir para a reforma ja a reforma es una fartura 315 euro se penalizado tamben ten che pedir as smolas.
    aumenta a vida ano dopo anos pero a reforma fica sempre a mesma ainda penalizados fodas. 64 anos 36 de contribuzion penalizados desempregado do 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *