Estado português é o mais pequeno da União Europeia face ao emprego total (OCDE)

Dos 26 países da OCDE para os quais há informação disponível no recentemente divulgado Government at a Glance de 2015 (dados até 2013), apenas a Turquia, a Nova Zelândia, o Chile, a Coreia do Sul, o México e o Japão têm um Estado com uma percentagem de emprego público no total da população empregada inferior a Portugal.

Em Portugal, em 2013, o emprego público representava 16,4% do total do emprego em Portugal, um valor significativamente abaixo da média da OCDE que se fixou nos 21,3%.

Note-se que desde 2013 o número de funcionários públicos tem continuado a diminuir significativamente, indicando a Direção Geral de emprego Pùblico que no final de 2014, o peso do emprego público no emprego total era de 14,6% (o conceito pode diferir ligeiramente do usado pela OCDE). A ler “Função pública perdeu 71 365 postos de trabalho desde dezembro de 2011“.

Que países da União Europeia, membros da OCDE registam valores claramente superiores a Portugal?

Todos aqueles para os quais a OCDE tem informação disponível, a saber:

Percentagem do Emprego Público no Emprego Total - 2013

Percentagem do Emprego Público no Emprego Total – 2013. Fonte: OCDE

    • Dinamarca,
    • Suécia,
    • Eslováquia,
    • Hungria,
    • Estónia,
    • Luxemburgo,
    • Polónia,
    • Irlanda,
    • Reino Unido,
    • Eslovénia,
    • Grécia,
    • França,
    • Espanha e
    • Itália.

Pode encontrar este e muitos outros indicadores sobre a organização do Estado analisada de forma comparada, na OCDE, no Government at a Glance de 2015.

Tagged under:

1 Comentar...

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.