Défice do Estado atinge os 4,9% em 2013 com vários impactos extraordinários

O défice das Administrações Públicas 2013 (necessidades de financiamento) atingiu os €8.121,7 milhões, equivalendo a 4,9% do PIB. Note-se que para este valor concorrem, entre outros, uma despesa extraordinária de €700 milhões associada à entrada de capital do Estado no Banif e uma receita extraordinária de €1.280 milhões relativa ao Regime Excecional de Regularização de Dívidas Fiscais e à Segurança Social.

Este défice de 4,9% compara com um valor de 6,4% em 2012 e de 4,3% em 2011. Segundo o INE, a melhoria registada deve-se à “melhoria no saldo em 2013 foi determinada em grande medida pelo aumento da receita de impostos e contribuições sociais“.

Para 2014, a projeção do governo para o défice do Estado é de 4,0%, ou seja, cerca de €6.793 milhões, menos do que o que se espera pagar de juros durante o ano (€7.324,1).

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta