Como pagar as portagens depois de ter passado nos pórticos?

Como pagar as portagens depois de ter passado nos pórticos?

É uma pergunta recorrente a que aqui procuramos responder. Os utilizadores de autoestradas portajadas equipadas com sistemas de portagens virtuais (através de pórticos) e que nelas circulem sem os identificadores digitais que permitam o pagamento automático com débito em conta bancária deverão proceder ao pagamento das portagens nos 5 dias úteis seguintes ao atravessamento da via.

 

Como?

Dirigindo-se aos balcões dos CTT ou da rede payshop, comunicando a matrícula e disponibilizando-se para efetuar o pagamento que lhe será indicado.

Pode ainda, previamente, consultar as dívidas pendentes no sítio portagens.ctt.pt. Para aceder deverá registar-se previamente no sítio dos CTT depois disso e de fazer o login, introduza a matrícula e surgir-lhe-á a indicação dos valores em dívida. Note que os valores em dívida não deverão aparecer de forma automática. Em concreto, o Portal das Estradas informa:

“(…) o pós-pagamento só pode ser efectivado a partir do segundo dia útil após a passagem, à excepção das passagens efectuadas à sexta e ao sábado que poderão ser pagas na segunda-feira seguinte. Sendo apenas possível realizar o pós-pagamento a partir do segundo dia útil, será concedido ao cliente um dia útil adicional para além dos cinco dias já previstos. Caso o pagamento não seja efetuado dentro do prazo admitido, o proprietário do veículo está em infração, receberá na sua morada a respetiva notificação e ser-lhe-ão também debitados custos administrativos adicionais, para além das coimas a que eventualmente haja lugar.”

 

Mais informação:

Recomendamos dois artigos adicionais para obter mais informação:

Este artigo foi atualizado em agosto de 2016.

Tagged under:

7 Comentários

  • Fernando Responder

    Pena que é que a informação disponibilizada somente serve para veículos de matrícula portuguesa.
    Já era tempo de o sistema funcionar e permitir o pagamento, por exemplo atarvés de cartão de crédito, para veículos com matrícula estrangeira.
    Será que o turista não conta?

  • João leite Responder

    não gostei do artigo penso que está incorreto ou com informação em falta, fornece o link para os ctt com ” Introduza a matrícula e surgir-lhe-á a indicação dos valores em dívida.”
    , andei por lá a vasculhar e não encontrei sitio nenhum para por a matricula.
    João leite

  • Fernando Simão Responder

    E quando pagamos as portagens nos ctt nos 5 dias após a passagem nos pórticos e nos cobram, para alem do valor correspondente, também os custos administrativos? estará correto?

  • jose lopes Responder

    Caro João Leite a matrícula do veículo só permite pagar o valor das portagens se for aos CTT.Se fizer a consulta no seu PC não encontra, como já viu qualquer local para introduzir a matrícula. Também só tem acesso ao sítio dos CTT se previamente fizer a inscrição e receber a chave para aceder.

  • JN Responder

    tudo isto parece uma anedota, dependemos dos CTT para pager uma portagem, os estrangeiros só pagam se formem estupidos, e se eu não for o utilizador do meu veiculo e não saiba que passou uma portagem?

  • César Tavares Responder

    O sistema está montado á imagem de qualquer organização MAFIOSA. Há quem se queixe de ir aos correios e não estar lá nada. Há quem se queixe de não ter passado no local. Há quem se queixe de pagar e mais tarde /1 , 2, 3 anos depois (até 5), aparecer nova conta com as mesmas passagens.

    No meu caso, queixo-me de ter pago à MAFIA dos portigos e posteriormente me enviarem facturas com datas anteriores ao pago.

    Porque não enviam toda a divida? Porque esperam até emitirem 2 anos depois uma factura que poderia ser bem mais branda?

    Recebi facturas de 2018, tendo pago à empresa em 2019 varias facturas….a mesma empresa….porque não enviaram as mais antigas?

    Mais, nada recebi na minha caixinha de correio…..nada….antes de receber uma factura de 70€ de 2018.

    Mais ainda meus Srs….porque não existe plataformas para poder saber o que devo? Porque a unica que existe ao colocar a matricula da mesma viatura cuja factura é de 70€, nada me aparece na busca?

    Para terminar, na busca sobre a respectiva matricula nada aparece, mas sobre a matricula de uma outra viatura aparece 45€, sendo referentes tambem a 2018, no entanto nada recebi para pagar.

    Creio que estão à espera que passem mais uns anos, antes de prefazer o que a lei diz, ou seja, podem-no fazer até 5 anos.

    É pura e simplesmente uma organização de índole MAFIOSA, com o conluio do proprio estado.

Deixar uma resposta