Venho do estrangeiro e vou viajar por Portugal de carro como fazer quanto às portagens?

Recomendamos aos turistas e demais migrantes que vão entrar em Portugal de carro por uma das auto-estradas sujeitas a pagamento de portagens que se informem das modalidades de pagamento  disponíveis para veículos de matrícula estrangeira.

Encontrámos informação sobre este assunto nos CTT e ainda no sítio portugaltolls. Note-se que os CTT disponibilizam qualquer uma destas soluções nas suas agências além de as disponibilizarem em estações de serviço próximas das zonas de fronteira.

 

Modalidades de pagamento disponíveis para veículos de matrícula estrangeira

Uma opção é visitar o sítio portugaltolls disponível em quatro línguas outra opção é procurar a informação nas ligações que se seguem do sítio dos CTT:

Matrículas Estrangeiras

 

Eis um excerto de um peça do jornal I (ver “Scut. Novo sistema de pagamento já a seguir“) que explica o Easy Toll e o Toll Card:

” (…) EasyToll é apresentado como uma nova solução de pagamento automático das portagens electrónicas. O sistema associa um cartão bancário (Mastercard ou Visa) à matrícula do veículo. O condutor tem em quatro pontos de entrada (Vila Nova de Cerveira, Chaves, Vilar Formoso e Vila Real de Santo António) uma miniportagem, onde, introduzindo nas máquinas do terminal o cartão bancário, o sistema associa automaticamente a matrícula da viatura ao cartão. Já em circulação nas Scut, as portagens serão directamente debitadas na conta associada ao cartão. Com a adesão ao serviço, o sistema fica activo por 30 dias, devendo o condutor conservar o talão comprovativo, emitido no momento da adesão. Se ficar em Portugal por período inferior, poderá fazer o cancelamento do serviço no site portugaltolls.com. O condutor tem também a possibilidade de alterar a matrícula associada ou de cancelar a adesão, recorrendo ao Call Center 707 500 501 (Nacional) ou 00 351 212879555 (a partir do estrangeiro) ou no mesmo site.

O segundo sistema de pagamento, Toll Card, criado como o anterior em parceria com a UNICRE, o que garante a segurança das transacções, pode ser activado por sms e tem um valor fixo a consumir em função da circulação. Permite o pagamento em numerário ou através de cartão bancário e tem a validade de um ano. O saldo pode ser consultado na internet e quando usado o utente recebe um sms no número de telefone que indicou. Os cartões disponíveis estão previamente carregados com 5, 10, 20 ou 40 euros. O condutor deverá fazer a activação através do envio de sms com o código impresso no cartão e a matrícula da viatura, o que associa o cartão adquirido à matrícula da viatura, sendo possível a activação de mais de um cartão. (…)”

Boa viagem e bem-vindos a Portugal.

 

Mais informação:

Como complemento recomendamos a leitura do artigo: Métodos para pagar portagens nas ex-scuts.

Este artigo foi atualizado em agosto de 2016.

Tagged under:

2 Comments

  • PedroResponder

    Neste caso os estrangeiros estão isentos e não pagam. Como ? É fácil. Passam pelas Scuts e já está. A conta ninguém a vai pagar. Portugal não cobra multas no estrangeiro. Fiscalização ? Não há. E se houver só podem mandar parar na presença de PSP/GNR ou outra autoridade policial. Tipo comissão de festas que contratam policia.

  • LuisResponder

    ola a todos se ha quem ainda lê esta noticia. eu estive em portugal algums dias e ja não vinha a mais de 7 anos. Passei pela antiga IP5 agora A25.
    não sabia desses porticos, pensei que ao sair da A25 quando cheguei a Aveiro ia pagar mas isso não aconteceu. tentei saber aonde devia pagar (tenho matricula francesa) fui a uma loja payshop.. disseram-me que não podia pagar por ter matricula frances, me disseram de ir aos correios.. fui.. a pessoa que me atendeu me disse que não podia pagar por ser matricula francesa me enviou para a loja do cidadão nas Antas (PORTO).. quando fui la, a senhora que me recebeu no balcão disse-me que não sabia aonde eu devia ir.. ou até talvez à “via verde”… eu dai fiquei torto !
    como se pode na loja do cidadão não saber destes processos pensei eu !..
    ficou mais caro eu andar de lado para lado para pagar as portagems que o preço mesmo da viagem !
    voltei para frança.. não paguei e até enviei um mail a sociedade da A25 mas até agora (mais de 5 dias) não recebi resposta.. talvez quando receber, apesar de eu ter procurado pagar, vou receber um documento para pagar mais com um majoração de preço..
    ha coisas assim né ? pfff

Leave a Reply

Your email address will not be published.