Sair do Euro? – Ligações para o debate em curso

Fazemos aqui hoje dois destaques que têm animado o debate interno relativo à saída da zona euro. Por um lado o best seller em que se tornou o livro “Porque devemos sair do Euro” de João Ferreira do Amaral e por outro o livro “O Fim do Euro em Portugal?” de Pedro Braz Teixeira.

Sobre o primeiro que lemos há pouco valorizamos quer a crítica histórica (sempre e grande utilidade para repensar o futuro) quer a projeção do futuro mantendo o status quo, algo que, na realidade, não é nenhuma novidade para quem ouve João Ferreira do Amaral desde a década de 90 do século passado. Finalmente, uma alternativa pouco comum como cenário de saída sobre a qual encontrámos uma crítica estruturada, precisamente de Pedro Braz Teixeira em três artigos de opinião do i online. Não lemos (ainda o livro deste autor) mas recomendamos desde já a crítica que permite, também, conhecer a sugestão de João Ferreira do Amaral e ainda este pequeno artigo sobre o tema do próprio autor em artigo do Jornal de Negócios .

Na nossa opinião, mantendo-se o fundamental do cenário europeu constante (algo que nos parece altamente provável) a saída do euro acabará por se revelar completamente inevitável, restando perspetivar  o como, o quando e o com quem. Aspetos determinantes para condicionarem a brutalidade do choque da saída que ninguém poderá desprezar mas que, nos parece, desejável a uma condenação eterna à qual não conseguimos vislumbrar como escapar dentro do atual projeto europeu.

Em suma, muito para debater, discutir e planear, de preferência sem medo e com a coragem para encarar efetivamente a situação em que estamos como economia, país e democracia e em que estaremos nos cenários mais previsíveis que hoje podemos antecipar.

Eis as ligações para os artigos do Pedro Braz Teixeira:

Outras sugestões:

Tagged under:

1 Comentar...

  • Francisco NapoleãoResponder

    De forma a tornar os debates mais interactivos e mais participativos, possibilitanto aos membros do grupo adicionar os seus post mais facilmente, criamos este grupo.
    http://www.facebook.com/groups/178503845659955/
    Adicionem as vossas contribuições e adicionem os vossos amigos que possam se interessar pela arternativa de reintroduzir a moeda portuguesa para recuperar a dignidade e brio, a soberania e crescimento sustentado.
    – SAIR DO EURO –
    Este é o grande debate nacional e aquele em que se deverão concentrar todas as forças e energias – até porque é o único debate interno que pode verdadeiramente reavivar o ambiente cívico e político do país.
    E também um grande debate interno para os portugueses se conhecerem melhor quase 40 anos passados.
    Sair do euro indica também a necessidade de reinventar a democracia em Portugal, de se regenerar essencialmente. Reafirmar o casamento da Democracia com essa entidade quase milenar chamada Portugal. Uma democracia europeísta, ditada por decreto, sem sufragação depresa obviamente os portugueses, a nossa cultura e a nossa economia.
    As consequências de não realizar este debate, de não se ranimar Portugal na Democracia, por defesa de insteresses instalados e falta de força para conter as investidas internacionais, significará talvez o desaparecimento do país. Ande-se pelas ruas, já ninguém apoia ninguém.
    Por isso, comecemo-LO!

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.