Indice sintético de desenvolvimento regional por NUTS III em 2010

Em 2010 era assim (informação divulgada em abril de 2013):

“Em 2010, o Índice Sintético de Desenvolvimento Regional relativo às 30 NUTS III portuguesas superava a média nacional em apenas cinco NUTS III: Grande Lisboa, Cávado, Baixo Vouga, Minho-Lima e Grande Porto. O desempenho alcançado pela NUTS III Grande Lisboa continuava a dever-se a resultados superiores à média nacional nos índices das três componentes do índice sintético – a competitividade, a coesão e a qualidade ambiental.
No que respeita ao índice de competitividade, os valores apurados apontam para um o retrato territorial da competitividade em que se destacavam dois espaços centrados nos territórios metropolitanos de Lisboa e do Porto, que contrastavam com o restante território nacional e, em particular, com o Interior continental.
No que se refere ao índice de coesão, os resultados obtidos refletiam um retrato territorial mais equilibrado, que evidenciava um espaço continental central mais coeso, em comparação com as NUTS III do Interior Norte e do Sul e das Regiões Autónomas.
Quanto ao índice de qualidade ambiental, os resultados apurados retratavam uma imagem territorial em que as NUTS III do Interior continental em geral apresentavam valores mais elevados. A Serra da Estrela apresentava o índice de qualidade ambiental mais elevado.”

in INE

Tagged under:

Deixar uma resposta