Estado é patrão de 581 mil pessoas – menos 30 mil que no final de 2011

Sairam os dados mais recentes com as estatísticas do emprego público relativas ao primeiro trimestre de 2013, produzidas pela Direção Geral da Administração e do Emprego Público. Um dos factos mais relevantes será a continuação da tendência de redução dos quadros que têm o Estado como entidade patronal. Em cinco trimestres, os efetivos em emprego diminuíram 5% caindo um total de cerca de 30 mil. haverá neste momento 581 mil pessoas a trabalhar para o Estado considerando praticamente todos os tipos de vínculos existentes.

A DGAEP informa que pela primeira vez divulga dados relativos a “emprego no universo das empresas públicas, demais pessoas coletivas públicas e outras entidades públicas que compõem os subsectores das sociedades financeiras e não financeiras públicas do sector público“. Aos poucos vão-se criando condições para conhecer com detalhe todo o Estado. Não é possível (ainda) saber quantos trabalham no Banco de Portugal, mas a TAP, por exemplo, respondeu indicando ter 6366 funcionários, a CGD tem 9389, a REFER 2745, A Fidelidade 2689, a RTP 2015, o Metro de Lisboa 1505, a Portway – Handling 1480, etc.

A publicação bem como as tabelas em folha de cálculo que a suportam são divulgadas gratuitamente no sítio da DGAEP (clique para aceder).

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.